Topo

Pop


Madonna sugere que Jesus apoiaria aborto e quer encontro com papa Francisco

Madonna posa para a Vogue britânica como uma das personagens de seu novo disco, "Madame X" - MERT ALAS & MARCUS PIGGOTT/Vogue
Madonna posa para a Vogue britânica como uma das personagens de seu novo disco, "Madame X" Imagem: MERT ALAS & MARCUS PIGGOTT/Vogue

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

24/06/2019 08h03

A cantora Madonna quer um encontro com o Papa. E, na pauta dela, está dizer que pensa que Jesus Cristo apoiaria a legalização do aborto. A norte-americana, criada como católica, afirmou que pretende debater com o Vaticano o tema dos direitos reprodutivos das mulheres.

Em entrevista ao programa do apresentador australiano Andrew Denton, reproduzida pela Fox News, a rainha do pop defendeu sua opinião, com uma pergunta: "Vamos falar sobre o ponto de vista de Jesus sobre as mulheres. Você não acha que Jesus concordaria que uma mulher tem o direito de escolher o que fazer com o seu corpo?".

Madonna prosseguiu: "Eu acho que o Papa Francisco deve estar aberto a ter essa conversa comigo."

Apesar da posição de Madonna, a igreja católica ainda tem um olhar bastante conservador sobre o tema, ainda que o papa Francisco adote opiniões mais abertas e que tem deixado o caminho mais flexível para mulheres que passaram por aborto sejam "absolvidas".

Madonna, hoje com 60 anos, está promovendo seu novo álbum Madame X, que lidera as paradas musicais. Em entrevista recente à Rolling Stone, ela falou sobre sua criação religiosa.

"Eu sempre tive uma conexão inexplicável com o catolicismo. Eu acho que isso transparece no meu trabalho", afirmou ela, que surgiu provocante contra este mesmo tema no clipe de Dark Ballet.

Mais Pop