Topo

Criticado por apoiar extrema-direita, Morrissey diz que imprensa é "vingativa e paranoica"

Getty Images
O cantor Morrissey se apresenta nos EUA Imagem: Getty Images

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

2019-05-24T17:43:35

24/05/2019 17h43

Criticado por se apresentar com um bóton do partido de extrema-direita For Britain na TV americana, o cantor Morrissey falou pela primeira vez desde o início da polêmica. Ele não tem dúvidas: o problema não é ele, mas os meios de comunicação que são "vingativos e paranoicos".

Por ter manifestado apoio ao partido da ativista anti-islâ Anne Marie Waters, o ex-Smiths tem sido alvo de boicotes, incluindo da galesa Spillers Records, mais antiga loja de discos do mundo, e da rede de metrô de Liverpool, que retirou um pôster de seu novo disco após reclamação de um usuário.

Em uma mensagem enviado ao site Morrissey Central, Morrissey marcou mais uma vez seu posicionamento e, antes de alvejar os meios de comunicação britânicos, agradeceu à rádio pública BBC Radio 2, que optou por continuar executando suas músicas.

"Lamento a interpretação distorcida da mídia impressa do Reino Unido sobre quem e o que eu sou. Hoje em dia, quando a maioria das pessoas tem medo até de sussurrar, a mídia impressa escreve como se alguém estivesse vindo pegá-la. Esse nervosismo dolorido revela os vingativos e paranoicos", escreveu o cantor.

Reprodução
Imagem: Reprodução

"Inventar o juízo final da Grã-Bretanha é a preocupação dos tabloides, e eles podem odiar você por estar vivo", continuou ele, que ressaltou ter esperança em relação ao futuro do Reino Unido e que "a marcha para trás acabou e a vida recomeçou".

"Com a voz estendida ao ponto de ruptura, peço a prosperidade da liberdade de expressão, a erradicação do controle totalitário. Peço diversidade de opinião. Peço total abolição dos matadouros. Peço pela paz, acima de tudo. Chamo pela sociedade civil. Peço fim as até agora incompreensíveis brutalidades", continuou o cantor, que é vegano.

Apoio ao For Britain

Morrissey já afirmou que o nazismo é um movimento de esquerda e, desde o ano passado, tem se manifestado abertamente em favor do For Britain, cujas ideias costumam ser classificadas de nazistas e racistas por imprensa e opositores.

"Tenho acompanhado um novo partido chamado For Britain, liderado por Anne Marie Waters. É a primeira vez em minha vida que votarei em um partido político. Finalmente, tenho esperança. Acho que a mudança constante entre os partidos Tory e Trabalhista no poder não tem sentido", afirmou ele em entrevista.

Mais Rock