Topo

Filmes e séries


Natalie Portman acusa Moby de ser inadequado com ela e nega namoro

Natalie Portman e Moby - músico postou esta foto e negou as acusações da atriz em seu Instagram - Reprodução/Instagram
Natalie Portman e Moby - músico postou esta foto e negou as acusações da atriz em seu Instagram Imagem: Reprodução/Instagram

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

22/05/2019 09h41

Natalie Portman e Moby entraram em atrito via imprensa e redes sociais. Ele afirmou em um livro que a namorou por um tempo, mas a atriz rebateu dizendo que eles apenas se conheceram por curto período, em que ele teve comportamentos inadequados e foi "esquisito".

No seu novo livro, Moby afirma que Portman flertou com ele em um camarim de show, quando ele tinha 33 anos e ela, 20. E que eles então namoraram por um tempo, mas que ela terminou o relacionamento por ter conhecido outra pessoa, o que foi um alívio - Moby diz que não queria revelar à atriz seus problemas com ansiedade.

No entanto, em entrevista à "Harper's Bazaar", Portman deu uma versão bem diferente do ocorrido. Segundo a vencedora do Oscar, ela mal tinha 18 anos quando eles se conheceram - estava recém-formada no ensino médio.

"Eu fico surpresa de ouvir que ele define o muito breve momento que eu o conheci como namoro, porque na minha memória aquilo era um cara muito mais velho sendo estranho comigo, quando eu havia acabado de me formar. Ele diz que eu tinha 20 anos, mas eu definitivamente não tinha. Eu era uma adolescente. Tinha acabado de fazer 18", afirmou ela.

Natalie Portman ainda criticou o fato de não ter sido procurada para falar sobre isso. "Não houve uma checagem de fatos para a publicação - me parece de forma deliberada. Acho que ele usou isso para vender livros e isso me perturba. Não foi assim. Há muitas mentiras e invenções. Eu gostaria que ele e seu editor tivessem me contatado para checar os fatos".

A atriz deu sua versão de como conheceu Moby, hoje com 53 anos. "Eu era uma fã e fui a um dos shows quando tinha acabado de me formar. Quando nos conhecemos, ele disse: 'Vamos ser amigos'. Ele estava em turnê, eu estava trabalhando, ou filmando, então só nos vimos algumas vezes até eu perceber que ele era um cara mais velho interessado em mim de uma forma inapropriada."

Moby se defendeu das acusações com um post no Instagram, hoje. "Recentemente li uma fofoca onde Natalie Portman diz que nunca namoramos. Isso me deixa confuso, já que nós, de fato, namoramos. E depois disso, quando terminamos em 1999, permanecemos amigos. Eu gosto de Natalie, eu respeito sua inteligência e ativismo. Mas, para ser honesto, não consigo entender porque ela mentiu sobre a realidade do nosso (breve) envolvimento. A história que conto no meu livro 'Then it Fell Apart' é verdadeira, com muitas fotos para a corroborarem".

Me Too

Além de falar dos problemas com Moby, Natalie Portman afirmou que vê o momento oportuno para mudanças em Hollywood, principalmente após as mulheres se abrirem nas acusações contra o produtor Harvey Weinstein. "O que quer que aconteça com ele no tribunal, a palavra verdadeira e a coragem das mulheres têm a possibilidade de mudar corações e mentes sobre o que uma pessoa é capaz e como ela pode se proteger."

Ela ainda observa novos padrões na indústria cinematográfica: "As pessoas começaram a procurar diretoras mulheres pela primeira vez. Não acho que haja algo diferente em como homem e mulheres veem o mundo, mas, quanto mais pessoas diferentes puderem dirigir filmes, mais experiências diferentes serão representadas. A variedade e a qualidade ao se contar histórias serão ampliadas", defendeu Portman.