Topo

Música


DJ Jopin é preso junto a empresários por esquema de sonegação de R$ 65 milhões

Reprodução/NE1
DJ Jopin é preso em Recife Imagem: Reprodução/NE1

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

2019-05-09T13:33:11

09/05/2019 13h33

José Pinteiro Filho, mais conhecido por seu trabalho como DJ Jopin, foi preso em Recife, hoje, por participação em um esquema de sonegação de impostos. Ele é um dos acusados na operação Mar Aberto, que cumpriu mandados em três estados e investiga crimes tributários que podem chegar a R$ 65 milhões. Foram apreendidos 28 carros de luxo, embarcações, obras de arte e mais.

A operação foi comandada pela Polícia Civil de Pernambuco e a Secretaria da Fazenda. O grupo de 11 empresas náuticas, no centro delas a Ecomariner, é o alvo da investigação e seu dono, o empresário José Pinteiro da Costa Neto também foi preso nesta manhã.

Segundo o diretor da Diretoria Integrada Especializada (Diresp), Jean Rockfeller, foram realizadas oito prisões - ainda há um mandado de prisão a ser cumprido. A maioria dos mandados foi em Recife, mas também houve um na Paraíba e um mandado de busca, apreensão e prisão em São Paulo.

Divulgação
Dj Jopin ficou famoso com um remix de "Anunciação" Imagem: Divulgação

"A investigação é sobre sonegação de tributos, crime organizado e lavagem de dinheiro. Da movimentação do grupo Ecomarine, em torno de R$ 300 milhões, cerca de R$ 65 milhões a gente entende que foram fruto de sonegação de tributos", afirmou Rockfeller.

"A movimentação era muito grande, conseguimos apreender 28 carros de luxo, 4 embarcações, 15 imóveis e esperamos que no decorrer da investigação a gente consiga reverter mais coisas para o estado de Pernambuco", completou o delegado. Mais informações sobre o caso serão dadas amanhã, em outra coletiva de imprensa.

O DJ Jopin, ficou conhecido por um remix de "Anunciação", de Alceu Valença, - com 1,9 milhões de audições no Spotify - e por "Somewhere in Between", com quase 850 mil. Ele é um dos agenciados da Luan Promoções, que trabalha com Wesley Safadão e Marcelo Falcão, d'O Rappa, entre outros artistas.

Em contato com o UOL, a Luan Produções afirmou que aguarda uma nota da família e dos advogados de Jopin sobre o caso, por trabalhar apenas com a esfera profissional do DJ. Ele tinha agenda de shows prevista para o fim de semana, mas a produtora ainda aguarda para informar sobre cancelamentos.