PUBLICIDADE
Topo

Nem Cersei, nem Rei da Noite: os maiores vilões de "Game of Thrones" são outros

Daenerys (Emilia Clarke) e Jorah (Iain Glen) em "Game of Thrones" - Divulgação/IMDb
Daenerys (Emilia Clarke) e Jorah (Iain Glen) em "Game of Thrones" Imagem: Divulgação/IMDb

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

07/05/2019 04h00

Vilões não faltam em "Game of Thrones". Mas os maiores vilões da última temporada da série até agora não são nem o Rei da Noite, nem a Cersei Lannister e, sim, os vazamentos de episódios antes da hora e os problemas com o serviço de streaming HBO Go.

O episódio do último domingo mostrou, mais uma vez, os dois vilões em ação.

Além da Muralha #4: Daenerys vai enlouquecer em "Game of Thrones"?

UOL Entretenimento

Vazamentos

Aparentemente, vazamentos são vilões implacáveis e particularmente cruéis com os fãs, porque geralmente são acompanhados de indesejáveis spoilers. Nesta temporada, ele surgiu logo na estreia, quando o primeiro episódio vazou na DirecTV quatro horas antes da exibição oficial.

Com o segundo episódio, veio o segundo vazamento, desta vez divulgada em contas da Amazon Prime Video da Alemanha.

Mas o mais desolador vazamento ocorreu neste domingo, quando duas cenas cruciais do quarto episódio vazaram deixando os espectadores inconsoláveis. Aparentemente, as cenas vieram da Tailândia, vazadas por pessoas que exigiam um pagamento para não publicarem.

HBO Go

O outro vilão de Game of Thrones é o serviço de streaming da emissora, o HBO Go, que não aguenta a quantidade de espectadores e trava. Quando o episódio é liberado, às 22h, milhares de pessoas tentam assistir ao mesmo tempo, mas os servidores da empresa não suportam o tráfego elevado e as imagens travam ou o aplicativo simplesmente não conecta. O erro se repete desde o primeiro episódio.

O problema voltou a acontecer no episódio deste domingo, fazendo com que muitos clientes reclamassem nas redes sociais e até pedissem o dinheiro de volta. "Não para de passar vergonha! Todo domingo é a mesma coisa", reclamou um. "Eu quero meu EP 04!! Vamos linda liberar esse negócio logo. É quase 40 reais para um desserviço", revoltou-se outro.

Procurada pela reportagem do UOL desde o primeiro episódio da temporada, em meados de abril, até o momento a emissora não se pronunciou sobre os problemas com a HBO Go.