PUBLICIDADE
Topo

"Vingadores: Ultimato" já está entre as 10 maiores bilheterias da história

Thanos em cena do filme "Vingadores: Ultimato" - Divulgação
Thanos em cena do filme "Vingadores: Ultimato" Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

01/05/2019 07h46

"Vingadores: Ultimato" já ocupa um lugar no top 10 das maiores bilheterias da história do cinema, pulverizando recordes em seu caminho, desde a estreia, na semana passada. Segundo o site "Box Office Mojo", que faz levantamentos de arrecadação de ingresso nos EUA e no resto do mundo, o longa ocupa a décima colocação.

Os últimos dados do levantamento apontam que "Ultimato" já arrecadou US$ 1,342 bilhão no mundo todo, sendo que são US$ 394 milhões nos EUA e o restante mundo afora.

Isso o coloca colado em "Pantera Negra", nona maior bilheteria da história, com US$ 1,346 bilhão. "Vingadores: Era de Ultron" é o oitavo, com US$ 1,405 bilhão. Ambos devem ser superados rapidamente, pelo ritmo que "Ultimato" segue crescendo.

Chegar aos primeiros é mais complicado. Há quatro filmes com mais de US$ 2 bilhões: "Vingadores: Guerra Infinita" (4º), "Star Wars - O Despertar da Força" (3º), "Titanic" (2º) e "Avatar" (1º).

"Vingadores: Ultimato", vem batendo recordes e se tornou no último fim de semana o filme a passar mais rapidamente da marca do primeiro bilhão, em apenas cinco dias, batendo seu antecessor, "Vingadores: Guerra Infinita". Ele também teve a melhor estreia de um longa nos Estados Unidos, superando "Star Wars: O Despertar da Força".

Veja o ranking completo em dólares:

1 - "Avatar" (2009) - 2,788 bilhões
2 - "Titanic" (1997) - 2,187 bilhões
3 - "Star Wars: O Despertar da Força" (2015) - 2,068 bilhões
4 - "Vingadores: Guerra Infinita" (2018) - 2,048 bilhões
5 - "Jurassic World" (2015) - 1,671 bilhão
6 - "The Avengers: Os Vingadores" (2012) - 1,518 bilhão
7 - "Velozes e Furiosos 7" (2015) - 1,516 bilhão
8 - "Vingadores: Era de Ultron" (2015) - 1,405 bilhão
9 - "Pantera Negra" (2018) - 1,346 bilhão
10 - "Vingadores: Ultimato" (2019) - 1,342 bilhão