Topo

Filmes e séries


Brasil e Netflix: Seleção da Quinzena dos Realizadores, de Cannes, é revelada

Dakota Johnson e Armie Hammer em cena de "Wounds" - Divulgação/Michael K. Short
Dakota Johnson e Armie Hammer em cena de "Wounds" Imagem: Divulgação/Michael K. Short

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

23/04/2019 09h11

A Quinzena dos Realizadores, uma das exibições paralelas mais importantes do Festival de Cannes, revelou hoje sua seleção de filmes para 2019. Na lista, repercutida pelo site do Deadline, podemos encontrar mais um filme brasileiro e até (surpreendentemente) uma produção da Netflix.

O Festival de Cannes 2019 acontece entre 14 e 25 de maio. O título nacional é "Sem Seu Sangue", longa-metragem de estreia da cineasta Alice Furtado. Coprodução entre Brasil, França e Holanda, o filme conta com Silvia Buarque e Lourenço Mutarelli no elenco.

"Sem Seu Sangue" aborda os dilemas da adolescente Silvia (Luiza Kosovsli), que desenvolve um laço forte com Artur (Juan Paiva), um jovem hemofílico, ou seja, que tem o hábito de beber sangue.

Além do brasileiro, a seleção conta com o terror "Wounds", que foi exibido no Festival de Sundance e comprado para distribuição pela Netflix. Será, por enquanto, o único filme do serviço de streaming a ser exibido no Festival de Cannes.

Cannes é o único dos grandes festivais de cinema da Europa a não permitir filmes da Netflix e de outras plataformas similares em sua competição principal. Isso acontece por conta de uma regulação francesa que diz que os longas exibidos no festival precisam estrear também nos cinemas comerciais do país.

Na trama, Armie Hammer ("Me Chame Pelo Seu Nome") e Dakota Johnson ("Cinquenta Tons de Cinza") vivem um casal que se vê envolvido em um mistério arrepiante quando um grupo suspeito de adolescentes deixa um celular para trás no bar administrado por eles.

O diretor Babak Anvari recebeu elogios pelo seu longa de estreia, "Sob a Sombra" (2016), que mostrava uma mãe iraniana tentando lidar simultaneamente com as mudanças sociais do país nos anos 1980 e com um monstro que invadia a casa de sua família.

Outro destaque da seleção é "The Lighthouse", nova obra de Robert Eggers ("A Bruxa"), que conta com Robert Pattinson e Willem Dafoe no elenco. Confira o restante da lista da Quinzena dos Realizadores:

  • "Yves", de Benoît Forgeard (França)
  • "Zombi Child", de Bertrand Bonello (França)
  • "Wounds", de Babak Anvari (EUA)
  • "Une Fille Facile", de Rebecca Zlotowski (França)
  • "Huo Zhe Chang Zhe", de Johnny Ma (China/França)
  • "Tlamess", de Ala Eddine Slim (Tunísia/França)
  • "Por El Dinero", de Aleio Moquillansky (Argentina)
  • "Sem Seu Sangue", de Alice Furtado (Brasil/França/Holanda)
  • "Perdrix", de Erwan Le Duc (França)
  • "Hatsukoi", de Takashi Miikie (Japão/Reino Unido)
  • "Les Particulaires", de Blaise Harrison (Suiça/França)
  • "The Orphanage", de Shahrbanoo Sadat (Dinamarca/Afeganistão/França)
  • "On Va Tout Péter", de Lech Kowalski (França)
  • "Oleg", de Juris Kursietis (Letônia/Bélgica/Lituânia/França)
  • "The Lighthouse", de Robert Eggers (Canadá/EUA)
  • "Lillian", de Andreas Horwath (Áustria)
  • "Give Me Liberty", de Kirill Mikhanovsky (EUA)
  • "Canción Sin Nombre", de Melina León (Peru/Suíça)
  • "Ghost Tropic", de Bas Devos (Bélgica)
  • "Koirat Eivät Kätyä Housuja", de Jukka-Pekka Valkeapää (Finlândia/Letônia)
  • "Ang Hupa", de Lay Diaz (Filipinas/China)
  • "Alice et Le Maire", de Nicolas Pariser (França)
  • "And Then We Danced", de Levan Akin (Suécia/Georgia)
  • "Le Daim", de Quentin Dupieux (França)
  • "Red 11", de Robert Rodriguez (EUA)
  • "The Staggering Girl", de Luca Guadagnino (Itália)