Topo

Quem são os fãs brasileiros de Greta Van Fleet, a banda "salvadora do rock"

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

2019-04-09T09:38:10

09/04/2019 09h38

O público que foi assistir ao show do Greta Van Fleet na noite de ontem na Audio, em São Paulo, estava longe de ser homogêneo e era possível identificar as várias tribos por conta de suas camisetas. Um verdadeiro desfile de gêneros musicais. Tinha de tudo: Beatles, Rolling Stones, Accept, Ramones, Nirvana, Lynyrd Skynyrd e, claro, Led Zeppelin.

Com idades entre 20 e 22 anos, os integrantes do Greta Van Fleet fazem um som que claramente remete às bandas de rock and roll dos anos 1970, exagerando nos gritos, nos solos de guitarra e, claro, na pose de guitar-hero. Na Audio, eles fizeram a mesma apresentação do Lollapalooza no domingo, repetindo, inclusive, o mesmo setlist. A diferença, no entanto, é que num espaço bem menor como a Audio, os fãs puderam ter uma experiência mais próxima e intimista.

Mas, quem são esses fãs? Como vivem? Do que se alimentam? Para conhecê-los, o UOL conversou com diversas pessoas na plateia e descobriu que, por enquanto, Greta Van Fleet atrai desde o cinquentão motoqueiro da Harley Davidson até adolescentes que grudam na grade e pedem por beijos do guitarrista.

Fã de Led Zeppelin

Simon Plestenjak/UOL
Erik Moreno Imagem: Simon Plestenjak/UOL

Assim como a comparação do Greta Van Fleet com o Led Zeppelin é inevitável, também foi inevitável encontrar fãs da banda britânica na plateia. É o caso de Erik Moreno, 42, que veio sozinho à apresentação para conferir se os meninos são bons mesmo ou é só propaganda enganosa. Além de Led, Moreno também é fã de Black Sabbath, Iron Maiden, Angra, Sepultura e Rolling Stones.

"O fato de eles soarem como o Led foi o que me incentivou a vir no show em plena segunda-feira", afirmou. "E não acho isso ruim. Pelo contrário. Estão faltando boas bandas e os moleques são bons para cacete", disse Moreno, que conheceu o Greta Van Fleet por meio de indicações de amigos. "O Greta está fazendo o rock voltar a respirar".

Quem é Led Zeppelin?

Simon Plestenjak/UOL
Imagem: Simon Plestenjak/UOL

A estudante sorocabana Maria Luiza Calheiros, 17, só foi conhecer Led Zeppelin há menos de um mês após seu tio dizer que Greta Van Fleet, da qual ela é fã, era parecido com o grupo britânico. "Ele me disse: 'Se você gosta de Greta, então você vai gostar de Led'", contou a jovem, que estava na grade do palco acompanhada do tio e do pai.

"Achei parecido, mas continuo preferindo o Greta. Já o pessoal da minha idade não conhece a banda. Eles preferem funk e sertanejo", contou ela, revelando que o guitarrista Jake é o seu integrante favorito. "Os acordes daquela guitarra mexem com o coração de qualquer novinha", brincou.

Fã dos Stones

Simon Plestenjak/UOL
Aline e Caio Setti Imagem: Simon Plestenjak/UOL

O casal Caio Setti, 31, e Aline Setti, 29, de São Bernardo do Campo, combinou o look para o show do Greta Van Fleet, com camisas de sua banda favorita, os Rolling Stones. E foi justamente por gostarem dos Stones que eles se interessaram pelo Greta Van Fleet. Os dois conheceram a banda ainda em 2017, após lerem uma entrevista em que Mick Jagger elogiava o Greta.

"Se o Mick não tivesse elogiado, talvez não a conhecêssemos hoje", disse Caio, que também curte AC/DC, Guns N' Roses e Kiss. "A despeito das críticas, eles têm personalidade própria, porém mantendo viva a essência do rock clássico, sem essas frescuras que as bandas novas fazem. Para mim, eles estão resgatando o rock", concluiu Aline.

Fã raiz

 Simon Plestenjak/UOL
Natalie Spiller Imagem: Simon Plestenjak/UOL

A paulistana Natalie Spiller, 24, conheceu o Greta Van Fleet quando morou na Itália em 2018, ouvindo na rádio, quando eles ainda estavam lançando os primeiros trabalhos e ainda eram desconhecidos no Brasil. "Eles me trouxeram a sensação de que o rock não morreu", afirmou Natalie, que gosta também de Marilyn Manson e Slipknot.

A jovem até tinha ingressos, que ganhou de uma amiga, para ver o Greta no Lollapalooza, mas passou mal e não conseguiu ir. Porém, desta vez na Audio, ela dispensou companhias e veio sozinha ao show. "O que mais me atrai na banda é o fato de eles serem todos irmãos. É difícil trabalhar em família e entrar em consenso. Pode botar aí que sou fã deles mesmo".

Papai roqueiro

Simon Plestenjak/UOL
Luiz Fernando de Araújo Renda Imagem: Simon Plestenjak/UOL

Luiz Fernando de Araújo Renda, 54, é vocalista da banda Rock Brasil, de Caçapava, e sempre está querendo descobrir novas grupos de rock. Atualmente, o responsável apresentá-lo aos novos sons é seu filho, de 19, que é baterista. Embora Renda tenha vindo ao show para trazer o filho, o sobrinho e um amigo, ele disse que estava mais animado do que todos eles para a apresentação.

"Não sou aquele pai que fica no fundão reclamando que o som está alto. Eu quero ir lá para a grade", brincou. "Antes, eu ouvia Greta só com meu filho. Hoje, eu já boto para ouvir no carro quando estou sozinho. Virei fã", afirmou ele, que também gosta bandas nacionais como Barão Vermelho, Lobão e Lulu Santos.

Mais Rock