Topo

Hits, covers e pinta de rainha: Iza merecia mais espaço no Lollapalooza

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

2019-04-07T17:11:51

07/04/2019 17h11

"O amanhã depende apenas das minhas escolhas, ninguém vai decidir por mim". Iza não seguiu ninguém em seu show hoje no Lollapalooza, colocando banca com um show poderoso no palco Adidas.

Se divertindo no palco, a cantora apresentou os hits de seu disco "Dona de Mim" e deixou a impressão que merecia um lugarzinho de mais destaque no festival.

Rainha

A influência mais clara é de Beyoncé. Começando pelo figurino, um maiô cavado rendado e uma meia calça com botas. O show é grandioso e conta com oito dançarinos, três backing vocals e banda com guitarra e bateria.

Iza pega da cantora norte-americana também as poses, o caminhar com passos largos e a sonoridade. Por falar neste último quesito, a carioca não poupa a voz, mesmo requebrando e seguindo a coreografia, e mostrou alcance vocal e afinação precisa.

Hits

Com um disco lançado na carreira, "Dona de Mim", Iza comemora um sucesso repentino na música brasileira principalmente com a faixa que dá nome ao projeto, "Ginga", "Esse Brilho é Meu" e "Pesadão". Mas o show da cantora não se restringe a um gênero. Os backing vocals ganham espaço para trazer o blues e soul dos anos 60. "Essa banda é maravilhosa, faz mais barulho para ela".

De Gaga a Rihanna

Iza não quer ser só pop. A versão blueseira de "Bad Romance", da Lady Gaga, só não foi melhor porque o seu show foi escalado à tarde. Não parou por aí.

"What's My Name?'", de Rihanna, abandonou as batidas eletrônicas para uma versão acústica que cresceu com os vocais dobrados. A música foi escolhida pelo público em uma enquete que a cantora tinha promovido na sexta-feira em suas redes sociais.

O reggae também ganhou espaço com "Natiruts Reggae Power" e Iza mostrou novamente diversidade em provar que consegue tocar de tudo.

Público

Assim que a banda subiu ao palco, Iza apareceu nos telões de costas, esperando nos bastidores sua vez. Foi o suficiente para a galera que esperava ansiosamente o show no Palco Adidas gritar de felicidade.

Iza transformou o seu espaço no Lolla em uma festa pop e os fãs compraram a ideia de show com cara de internacional. O telão dava dica de algumas coreografias, mas não tinha regra. Se ela canta que "todo dia é dia de bumbum mexer", o recado foi correspondido cada um de seu jeito, o que valia era se juntar à vibe.

Iza canta "Pesadão" em sua estreia no Lollapalooza Brasil

UOL Entretenimento

Política, "Pesadão" e Falcão

Um trecho do icônico discurso de "I Have a Dream", de Martin Luther King, foi ouvido enquanto um vídeo de Iza aparecia ao fundo. Todos da banda com o pulso direito erguido, chegou a vez de "Pesadão", maior hit da cantora, que cantou com a participação de Marcelo Falcão para lavar a alma de quem viu a estreia de Iza no Lolla.

Ano que vem, quem sabe, ela consegue mais espaço no festival.

Spoiler de "Brisa"

Assim que desceu do palco, Iza conversou ao vivo com o Multishow e contou que seu figurino era uma prévia do que os fãs poderão ver no clipe de "Brisa", que ela lança no dia 18 de abril. "A música é solar e tem uma pegada de reggae", adiantou Iza, antes de um trechinho curto do vídeo ser exibido.