Topo

Livros e HQs


"Nasceu de um esfregão": Mauricio de Sousa revela como criou o Floquinho

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

25/03/2019 04h01

Floquinho, o cãozinho verde do Cebolinha, ganhará as telonas em junho deste ano no filme "Laços", adaptação com personagens reais da Turma da Mônica. No enredo, Floquinho desapareceu e a turminha se reúne para encontrá-lo.

Mas, como um cãozinho tão diferente como o Floquinho surgiu? "Ele é o único cachorro da turma que não nasceu canino. Ele nasceu de um esfregão. Sinto muito", disse Mauricio de Sousa.

O criador da Turma da Mônica explicou que se inspirou em um esfregão de faxina para criar o pet. "O esfregão estava encostado num canto e tinha aquelas cerdas. Eu olhei e vi que isso dava um bichinho".

Ele desenhou o esfregão, cortou o cabo e imaginou um cachorro escondido na pelagem. "De fato, ele parecia um floco, um floquinho", explicou. "Ás vezes, das coisas mais estranhas, diferentes e inéditas, a gente tira ideias de personagens. O Floquinho nasceu dessa maneira", completou.

O cãozinho Floquinho no filme "Laços" - Divulgação
O cãozinho Floquinho no filme "Laços"
Imagem: Divulgação

Mauricio disse ainda que a pelagem do cachorro ajuda a criar também situações inusitadas. "Será que ele está indo ou voltando? De que lado é o focinho? Além de esconder vários objetos dentro de seus pelos, que a turminha encontra perdida lá dentro".

O personagem surgiu em 1963 mas foi só em 1995 que Mauricio contou aos leitores qual era a raça do animal. A revelação ocorreu em uma historinha do Cebolinha em que ele diz que a raça do pet é a tibetana Lhasa Apso.

Mauricio disse que só foi notar que a Lhasa Apso era uma raça parecida com a do Floquinho quando um leitor enviou uma carta com uma foto de seu bichinho. O Floquinho no filme "Laços" também é da mesma raça, só que a cor característica cor verde dos quadrinhos foi adicionada depois, por meio de efeitos especiais.

Mais Livros e HQs