Topo

Dr. Dre é criticado por doação de US$ 70 mi para universidade em que filha entrou

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

2019-03-25T08:26:12

25/03/2019 08h26

O rapper Dr. Dre foi criticado por se gabar da entrada de sua filha em uma das maiores universidades dos Estados Unidos. O problema é que, anos antes, ele fez uma doação de US$ 70 milhões para a mesma instituição.

Truly foi aprovada na USC, a Universidade of Southern California, neste ano, e ganhou uma foto do pai no Instagram. Ele brincou com o caso das celebridades presas em um esquema multimilionário de fraudes em universidades:

"Minha filha foi aceita na USC por conta própria. Sem tempo na cadeia!!!", legendou ele.

O rapper acabou deletando o post, já que rapidamente seguidores apontaram sua doação milionária para a mesma universidade.

Em 2013, ele fez uma doação de US$ 70 milhões à USC, abertamente, o que é legal nos Estados Unidos. Apesar disso, houve comentários em seu Instagram de que a doação e a aceitação de Truly anos depois pareciam imorais, ainda mais com seu post na rede social.

Com a doação de Dr. Dre, foi fundada a "Andre Young Academy for Arts, Technology and the Business of Innovation" - Andre Young é o nome de nascimento do músico.

Diferentemente da doação legal de Dr. Dre, mais de cinco dezenas de pessoas vêm sendo acusadas de terem fraudado processos de entrada em universidades norte-americanas, em um caso que levou as atrizes Felicity Huffman e Lori Loughlin para a cadeia - elas foram soltas após pagamento de fiança.

Mais Rap gringo