Topo

Filmes e séries


Netflix vai ficar fora do Festival de Cannes pelo segundo ano seguido

Al Pacino e Robert De Niro no set de "The Irishman" - Divulgação
Al Pacino e Robert De Niro no set de "The Irishman" Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

18/03/2019 15h12

O impasse entre o Festival de Cannes e a Netflix ainda não foi resolvido, embora os líderes de ambas as instituições estejam em comunicação constante. Segundo a Variety, a plataforma de streaming vai mais uma vez ficar de fora da seleção do festival francês, após ausência em 2018.

Ted Sarandos e Scott Tuber, dois dos executivos mais importantes da Netflix, têm conversado com Thierry Fremaux, diretor do Festival de Cannes, para encontrar uma forma de levar os longas-metragens do serviço de streaming de volta ao evento.

O conflito tem a ver com uma lei francesa, que estabelece uma espera mínima de 36 meses (ou três anos) para que filmes exibidos nos cinemas estejam disponíveis para streaming no país. A Netflix, é claro, tem o costume de disponibilizar seus títulos on-line ao mesmo tempo ou pouco depois da estreia convencional.

No ano passado, a plataforma desistiu de exibir "Roma" em Cannes pouco antes do início do festival. Ao invés disso, o filme de Alfonso Cuarón teve sua grande estreia meses depois, no Festival de Veneza, e seguiria trajetória de sucesso até vencer 3 Oscar.

Em 2019, a plataforma de streaming poderia apresentar diversos projetos em Cannes -- incluindo "The Irishman", de Martin Scorsese. Segundo a Variety, no entanto, mesmo que o impasse entre a Netflix e o festival fosse resolvido, o filme não estaria pronto a tempo para exibição.

O Festival de Cannes 2019 ocorre entre os dias 14 e 25 de maio, com o cineasta mexicano Alejandro González Iñárritu como presidente do júri.