Topo

Com câncer em remissão, fã de BTS enfrenta 3 dias na fila por ingresso

Carine Wallauer/UOL
Nayane Salvador, fã do BTS, na fila para comprar ingressos em SP Imagem: Carine Wallauer/UOL

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

2019-03-11T13:24:33

11/03/2019 13h24

A batalha por um ingresso para assistir ao BTS no Brasil é pequena perto do que a fã Nayane Salvador enfrentou nos últimos três anos. Aos 19 anos, a jovem estudante de biologia, primeira da fila preferencial a comprar ingressos para o show do grupo sul-coreano, fenômeno do k-pop, descobriu um câncer aos 16 anos e, três cirurgias e 20 sessões de quimioterapia depois, segue tomando medicações para tratar um osteossarcoma em remissão, tipo de câncer nos ossos.

"Eu tive câncer osteossarcoma e tive que amputar uma das pernas porque ele já estava muito avançado", contou sobre sua condição, que não a impediu de exercer sua paixão pelo septeto sul-coreano, famoso por passar mensagens de esperança em suas músicas.

"Nunca fui fã de nada. Agora tenho que aproveitar. Virar fã deles foi uma das melhores coisas que já me aconteceu", conta emocionada com os ingressos dela e da irmã mais nova que a acompanhava em mãos. A dupla conseguiu duas entradas para a área mais disputada do estádio, o Soundcheck, onde terão acesso exclusivo na passagem de som e entrada antecipada no evento, entre outros benefícios.

As meninas vivem no Jaçanã, bairro da zona norte de São Paulo, e vieram para o Allianz Parque, na zona oeste, na sexta-feira acompanhadas do namorado da irmã mais nova de Nayane. Com uma barraca e cobertas, o trio só foi colocado na fila preferencial hoje de manhã, já que quando eles chegaram ainda não havia a informação se essa fila existiria ou não. "Eu estava na fila normal e tive que sair pra ir pra preferencial. Acabei virando a primeira porque só tinha eu e uma moça", conta.

Apesar da chuva e do cansaço, Nayane reclamou mesmo é do movimento de cambistas na região, que ela notou desde quando chegou, há três dias. Ela explica que as "army" (como são chamados os fãs do grupo) podem identificá-los facilmente, já que "chegam aqui, entram na fila, e ficam perguntando pra gente quem é BTS". Ela também reclamou do rastro de sujeira deixada pelos intrusos, que se recusam a seguir as regras estabelecidas pelos acampamentos armados no Allianz Parque desde fevereiro, quando o show foi anunciado.

Com cerca de 5.000 pessoas, a venda dos ingressos na bilheteria física do Allianz Parque, na avenida Francisco Matarazzo, segue até as 18h ou até a cota reservada para a venda física acabar. Na internet, os ingressos para o show no dia 25 de maio foram disponibilizados hoje às 10h e se esgotou em menos de 2 horas.

Mais K-pop