Topo

Filmes e séries


"Guerreiros de Fogo" é engavetado após denúncias de abuso contra Bryan Singer

Getty Images
O cineasta Bryan Singer Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

2019-02-11T16:02:06

11/02/2019 16h02

O remake de "Guerreiros de Fogo", que seria dirigido por Bryan Singer ("Bohemian Rhapsody"), foi engavetado pela produtora Millennium Fims. A informação é do "Deadline".

O estúdio disse, em comunicado oficial, que o filme "não está na agenda no momento, e não vai ser vendido para distribuidoras" durante o Festival de Berlim, como estava anteriormente planejado.

A Millennium não deixou claro se o engavetamento do projeto tem a ver com as novas acusações de abuso sexual contra Singer. Em uma matéria do "The Atlantic", quatro rapazes disseram ter tido experiências sexuais com Singer quando eram menores de idade. 

Anteriormente, o produtor do remake, Avi Lerner, havia dito que as acusações não afetariam o projeto. "Eu sei a diferença entre fake news e realidade, e estou muito confortável com a decisão [de manter Singer no projeto]. Nos Estados Unidos, as pessoas são inocentes até que se prove o contrário", disse.

O "Guerreiros do Fogo" original foi estrelado por Brigitte Nielsen e Arnold Schwarzenegger em 1985. O enredo mostra a jovem Sonja em uma jornada para roubar um talismã poderoso para vingar o assassinato de seus pais.