Topo

Filmes e séries


Kevin Spacey aparece, mas não fala, em audiência com juiz em caso de assédio

Getty Images
Kevin Spacey Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

2019-01-07T14:38:52

07/01/2019 14h38

Kevin Spacey fez, nesta segunda-feira (7), uma aparição discreta e silenciosa em sua primeira audiência judicial relacionada a uma denúncia de assédio sexual. De terno cinza e camisa florida, Spacey surgiu no tribunal de Nantucket, em Massachusetts (EUA), para ser julgado pelo caso ocorrido em 2016, em que teria assediado um jovem de 18 anos, filho da jornalista Heather Unruh, bem conhecida na região.

O ator não falou durante a audiência. Um novo julgamento foi marcado para o dia 4 de março. Segundo o "The Hollywood Reporter", o juiz Thomas Barrett determinou que o ator não precisará aparecer pessoalmente nas próximas deliberações do caso. Spacey e seus advogados já haviam pedido dispensa desta primeira audiência, mas o pedido foi negado.

Segundo a jornalista, Spacey levou seu filho, então com 18 anos de idade, a um restaurante. Lá, o ator teria dado bebida ao garoto (nos EUA, a idade permitida para consumo de álcool é 21 anos) e, depois, feito avanços sexuais não consensuais.

A denúncia é a primeira a resultar em julgamento contra Spacey. As acusações contra o ator de "House of Cards" e "Beleza Americana" tem se acumulado desde outubro de 2017, quando Anthony Rapp ("Star Trek: Discovery") deu depoimento à imprensa revelando que Spacey o assediou quando era menor de idade.

Pouco após as acusações envolvendo o filho de Heather Unruh serem oficializadas pelo promotor-chefe da região de Nantucket, Michael K. Giardino, Spacey quebrou o seu silêncio público com um vídeo bizarro em que parecia encarnar seu personagem em "House of Cards".

Vencedor de dois Oscar, por "Os Suspeitos" (1995) e "Beleza Americana" (1999), e considerado um dos melhores intérpretes da sua geração, Spacey viu sua carreira ruir com a gravidade das acusações contra ele. Os produtores de "House of Cards" o demitiram da série, e o cineasta Ridley Scott removeu todas as cenas de Spacey no filme "Todo o Dinheiro do Mundo" (2017), voltando a rodá-las com Christopher Plummer como substituto.