Topo

Geek


Por que o game "Spider-Man" é tão bom quanto um filme do "Homem-Aranha"?

Cena do game "Homem-Aranha", exclusivo para o PlayStation 4 - Reprodução
Cena do game "Homem-Aranha", exclusivo para o PlayStation 4
Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

26/12/2018 04h00

Um dos destaques do ano no mundo dos games, "Spider-Man" é a experiência mais próxima do que é ser o Homem-Aranha.

O título exclusivo para o PlayStation 4 é emocionante, cheio de cenas fantásticas de ação e momentos de pura liberdade criativa, o que faz com o que o game seja tão bom quanto qualquer filme do herói da Marvel.

Mostramos abaixo as qualidades do game, os vilões que o herói precisa enfrentar, uma versão diferente do que vimos no cinema de Mary Jane e como o título une diversos aspectos do universo do Teioso para criar uma aventura equilibrada que poderia ser lançada nas telonas do cinema.

Controlar o Homem-Aranha

Ele balança mas não para - Reprodução
Ele balança mas não para
Imagem: Reprodução

O grande acerto do game é a competente jogabilidade que coloca o jogador com o controle do protagonista. Toda a agilidade do Aranha que conhecemos dos quadrinhos e que foi bem representada nos filmes, principalmente em "Homem-Aranha" (2002) e "Homem-Aranha 2" (2004), faz com que você se esquive de tiros e porradas enquanto rapidamente jogue uma bueiro na cara dos inimigos.

Ao mesmo tempo, a sensação de voar por Nova York no game em mundo aberto é emocionante para quem é fã de longa data do herói. Se nos filmes já ficamos fascinados ao ver o personagem passear pelos prédios e escalar as paredes, "Spider-Man" transmite toda a velocidade e a animação que é se balancear por teias.

Nenhum filme do personagem da Marvel conseguiu mostrar isso de forma tão impressionante, justamente pelas restrições no cinema. Porém, no game você escolhe qual caminho seguir, qual prédio visitar, qual arranha-céu escalar e até mudar de direção rapidamente enquanto persegue um carro abarrotado de ladrões.

O Sexteto Sinistro

Homem-Aranha enfrenta o Escorpião no game "Spider-Man", para o PlayStation 4 - Reprodução
Homem-Aranha enfrenta o Escorpião no game "Spider-Man", para o PlayStation 4
Imagem: Reprodução

Os filmes do Homem-Aranha já contaram com alguns dos melhores vilões dos quadrinhos. É impossível não se lembrar de Duende Verde em "Homem-Aranha", Doutor Octopus em "Homem-Aranha 2",  Lagarto em "O Espetacular Homem-Aranha" (2012) e Abutre em "Homem-Aranha: De Volta ao Lar" (2017). Por outro lado, nunca vimos o Sexteto Sinistro nas telonas.

O game traz uma das versões do grupo de vilões, sem contar com uma participação final de um dos grandes inimigos do Teioso -- que não contaremos para não dar spoiler. Estão lá Electro, Escorpião, Abutre, Rino e Senhor Negativo, unidos para derrotar Peter Parker e tomar o controle da cidade de Nova York. 

Mary Jane

Peter Parker e Mary Jane, um dos casais mais fofos dos games - Reprodução
Peter Parker e Mary Jane, um dos casais mais fofos dos games
Imagem: Reprodução

"Spider-Man" traz a melhor versão já vista de Mary Jane. Na história, ela e Peter estão separados, mas os caminhos deles se cruzam (óbvio) e passam boa parte da trama como parceiros investigativos. 

Kirsten Dunst ficou marcada como a Mary Jane do cinema nos filmes de Sam Raimi, e com razão. A atriz entregou um retrato apaixonante da estudante ruiva que arrancava suspiros do nerdão Peter Parker, porém a adaptação para os games acaba conquistando mais pelo seu jeito ativo.

No game, MJ é uma jornalista que bota a mão na massa e entra em várias roubadas para conseguir um furo de reportagem. E o melhor: você a controla nestes momentos de tensão. Claro que ela não tem os poderes do Aranha, mas consegue se safar bem no "stealth" (furtividade) e acaba sendo um complemento divertido para o game.

Universo complexo do Aranha

Homem-Aranha versão noir é um dos uniformes mais legais do game - Reprodução
Homem-Aranha versão noir é um dos uniformes mais legais do game
Imagem: Reprodução

Mais próximo do que veremos em "Homem Aranha: No Aranhaverso", que chega aos cinemas brasileiros em 10 de janeiro, no game do herói podemos brincar com uma infinidade de "personalidades" do personagem da Marvel.

Estão disponíveis até o término do jogo dezenas de uniformes especiais do personagem, incluindo a versão dos quadrinhos planejada por Steve Ditko até o estilo noir do herói. A vantagem é que o universo do Cabeça de Teia consegue ser muito mais explorado no game do que estamos acostumados nas produções cinematográficas, ainda mais com os diversos personagens que aparecem no game.

Três DLCs (conteúdos extras do game) foram lançadas em outubro, novembro e dezembro, trazendo mais caras novas e outros uniformes inéditos e poderosos. Junto com as novidades, ainda estão uma infinidade de utensílios tecnológicos que ajudam o herói nas situações de perigo, como um robô em formato de aranha e uma teia especial que mais parece uma granada.