PUBLICIDADE
Topo

Nos 60 anos de Michael Jackson, relembre 6 pérolas "perdidas" do cantor

Michael Jackson nos tempos de "Off the Wall" - Getty Images
Michael Jackson nos tempos de "Off the Wall" Imagem: Getty Images

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

29/08/2018 04h00

Da suposta castração química na adolescência ao disco póstumo recheado de vocais “fakes”, passando pela perda do título de autor do álbum mais vendido da história dos Estados Unidos. Michael Jackson sempre foi e provavelmente sempre será notícia.

O “rei do pop”, que morreu em 2009, impera atual, influente e onipresente para antigas e novas gerações. Pergunte a Drake, Justin Bieber, Justin Timberlake, Ed Sheeran, Beyoncé e Adele. No pop, não há quem não se diga fã ou minimamente influenciado pelo cantor, que nesta quarta (29) completaria 60 anos.

Para celebrar data, lembramos o que de melhor Michael nos legou, a música, cujas qualidades vão milhas além dos seus hits mais conhecidos. Há diversas pérolas deliciosamente escondidas em sua discografia de mais de quatro décadas. Ainda é tempo de (re)redescobrir Michael Jackson.

Escute abaixo seis dessas faixas.

"How Funky Is your Chicken" (1971)

Foi lançada em “Third”, terceiro disco do então ascendente Jackson Five. É “funkão” de primeira linha, com vocais divididos entre Michael, Jermaine e Jackie Jackson.

"Things I Do for You" (1978)

Está no ótimo “Destiny”, dos Jacksons, fase marcada pelo declínio comercial do grupo. Excelente prévia da pegada funk-disco que seria explorada à exaustão em “Off the Wall”.

"Get on the Floor" (1979)

Quarta faixa de “Off the Wall”, que muitos críticos consideram o melhor disco da carreira de Michael Jackson. Desafio: tente resistir inerte aos “slaps” do baixista Louis Johnson.

“P.Y.T. (Pretty Young Thing)" (1982)

Chegou a sair como single de “Thriller”, mas não recebeu a devida atenção. Praticamente “inventou” a sonoridade do Daft Punk misturando groove, guitarras e backing vocals processados no refrão.

"Just Good Friends" (1987)

As lendas Michael Jackson e Stevie Wonder já gravaram juntas, e mais de uma vez. Esta foi lançada no álbum “Bad” e é a única faixa do disco a não sair como single. Merecia.

"(I Can't Make It) Another Day" (2010)

A parceria com Lenny Kravitz mescla riffs e arranjo eletrônico, típicos do estilo MJ dos anos 1990. Está no álbum póstumo “Michael”. Ou seja, pode ser que o vocal aqui não tenha sido gravado por Michael Jackson, mas por imitador. A música é ótima mesmo assim.