Topo

Entretenimento

Em nova carta, família fala sobre morte de Avicii: "Ele queria encontrar a paz"

Reprodução/Facebook
Imagens da carreira de Tim Bergling, também conhecido como DJ Avicii Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

26/04/2018 12h23

A família de Tim Bergling, a estrela sueca da música eletrônica conhecida como Avicii, encontrado morto no último dia 20 aos 28 anos, divulgou uma segunda carta após pedir privacidade "neste momento difícil".

Sem falar claramente sobre a causa da morte, a carta sinaliza de que o músico pode ter se suicidado: "Ele realmente lutou com pensamentos sobre o significado, a vida, a felicidade. Ele não podia continuar mais. Ele queria encontrar a paz".

O novo comunicado traz um tom diferente do primeiro e ressalta Avicii como uma "frágil alma artística em busca de respostas para questões existenciais". "Quando ele parou de fazer turnê, ele queria encontrar um equilíbrio na vida para ser feliz e ser capaz de fazer o que ele mais amava - música", diz a família.

Confira o comunicado na íntegra:

“Estocolmo, 26 de abril de 2018

Nosso amado Tim foi um buscador, uma frágil alma artística em busca de respostas para questões existenciais.

Um super realizador perfeccionista que viajou e trabalhou duro em um ritmo que o levou ao estresse extremo.

Quando ele parou de fazer turnê, ele queria encontrar um equilíbrio na vida para ser feliz e ser capaz de fazer o que ele mais amava - música.

Ele realmente lutou com pensamentos sobre o significado, a vida, a felicidade.

Ele não podia continuar mais.

Ele queria encontrar a paz.

Tim não foi feito para a máquina de negócios em que se encontrava; ele era um cara sensível que amava seus fãs, mas evitava os holofotes.

Tim, você será eternamente amado e uma perda tristemente sentida.

A pessoa que você era e sua música manterão sua memória viva.

Sua família”

Problemas de saúde

Avicii tinha problemas de saúde e estava afastado dos palcos desde 2016. A morte, porém, pegou todos de surpresa, já que dias antes de sua morte ele parecia bem curtindo férias em um resort no país do Oriente Médio.

Um dos maiores nomes da música eletrônica dos últimos anos, Avicii sofria há tempos de uma pancreatite aguda, causada em parte por excesso no consumo de bebidas alcoólicas. Em 2014, ele passou por cirurgias para remover o apêndice e a vesícula biliar.

Nas redes sociais, artistas e celebridades lamentaram a morte do DJ e lembraram de seu talento. "Uma alma linda, apaixonada e talentosa, com muito mais a fazer. Meu coração está com a família dele. Deus te abençoe, Tim", escreveu Calvin Harris.

Indicado duas vezes ao Grammy por melhor gravação dance, por "Levels" (2012) e por "Sunshine" (2013), ele foi eleito terceiro melhor DJ do mundo pela conceituada revista "DJ Mag" em um ranking dos cem melhores. Entre seus maiores sucessos estão as canções "Wake Me Up" e "Hey Brother".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento