Topo

Entretenimento

'Sacoleiros' gastam até US$ 5 mil em gibis e brinquedos nas primeiras horas da Comic-Con

Diego Assis/UOL
A partir da esquerda, Greg e John Rutherford com as sacolas recheadas de bonecos e carrinhos; no centro, Mel Orofino com a caixa da arma do game 'Portal'; à direita, os irmãos Lorin e Joel Cunningham, colecionadores de 'toy art' Imagem: Diego Assis/UOL

Diego Assis

Do UOL, em San Diego (EUA)

12/07/2012 05h10

Munidos de enormes sacolas oferecidas pela própria organização, aficcionados por quadrinhos, TV e cinema realizaram uma verdadeira corrida contra o tempo na noite desta quarta-feira (11), no Centro de Convenções de San Diego (EUA), para conseguir botar as mãos nas rarirades e peças exclusivas colocadas à venda nas três primeiras horas da Comic-Con. Em uma enquete promovida pelo UOL durante a chamada "Preview Night" do evento, considerado a maior feira de cultura pop do mundo, houve quem dissesse ter desembolsado de US$ 500 até cerca de US$ 5 mil em compras.

"Comprei carrinhos da Hotwheels, bonecos dos Caça-Fantasmas, do Besouro Verde, uma réplica do furgão Mistery Machine do desenho 'Scooby-Doo'...", enumerou o funcionário público Greg Rutherford, 53, rodeado por sacolas de todos os tamanhos. Dono de uma coleção de "algumas centenas" de bonecos em Fresno, Califórnia, Rutherford frequenta a Comic-Con há pelo menos 8 anos com o filho John.

  • Diego Assis/UOL

    Rob Hughes e seus quadrinhos (11/7/12)

Mais adiante, carregando uma caixa enorme com a réplica de uma arma do jogo "Portal" pela qual pagou US$ 150, o funcionário da FedEx de San Diego Mel Orofino, 32, disse que frequenta a conveção há tempos e sempre costuma abrir a carteira na "Preview Night". "Hoje é o dia de compras", explicou o sacoleiro, que torrou aproximadamente US$ 800 em uma lista de brinquedos que vai de bonecos do Power Rangers à gatinha fofa Hello Kitty.

Consultada sobre suas aquisições na feira, a coordenadora internacional de projetos médicos Lorin Cunningham, 28, foi logo esclarecendo: "Não são brinquedos. São peças de arte em vinil". Apaixonada pela chamada "toy art", a jovem veio com seu irmão de Phoenix, no Arizona, para fazer aumentar sua coleção de estatuetas criadas por artistas e designers como Ashley Wood, Luke Chueh e da grife Kid Robot. No total, diz ter desembolsado uns US$ 600 nas três primeiras horas da Comic-Con. "São peças exclusivas que só foram lançadas para a Comic-Con. Essa não é a única razão pela qual viemos, mas posso dizer que é um belo bônus", brinca.

Só para profissionais
Frequentador da feira desde 1978, Rob Hughes, 44, levava em mãos um pequeno pacote de gibis antigos que, à primeira vista, poderiam parecer sem muito valor. Abordado pela reportagem do UOL, o colecionador e negociante profissional revelou no entanto que, por cada uma das revistinhas, que incluíam títulos da "Mulher Maravilha" e do "Superman" das décadas de 60 e 70, pagou valores que variam de US$ 300 a até US$ 850 - somando um total de quase US$ 5 mil gastos só nesta primeira noite do evento.

  • Diego Assis/UOL

    Traje usado pelo ator John Hurt no primeiro "Alien" em exposição na Comic-Con (11/7/12)

Apesar da sede dos compradores, nem todas as peças colocadas à venda na prévia da Comic-Con foram arrematadas tão instantaneamente. Algumas, muito mais caras ainda, possivelmente vão voltar para a casa debaixo dos braços de seus vendedores. "Tenho uma arte original da capa da [revista] 'Amazing Spider-Man' que sai por US$ 175 mil", contou ao UOL o especialista no gênero Mike Burkey, da Romitaman Original Art. Em seu estande, estavam espalhados originais em preto-e-branco do herói da DC Gavião Negro e do Incrível Hulk, todos acima da casa dos US$ 100 mil.

Protegido por uma redoma de vidro no estande da loja londrina Prop Store, o traje espacial usado pelo ator John Hurt no primeiro "Alien" é provavelmente um dos itens mais caros em exposição nesta edição da Comic-Con. "Não está à venda hoje", disse Dan Hill à reportagem antes de arriscar uma estimativa. "Se fosse à leilão, estaríamos falando em algo na casa dos seis dígitos", garantiu.

Passada a primeira noite de compras, a San Diego Comic-Con abre as portas oficialmente ao público na manhã desta quinta-feira, horário local. Entre os destaques do dia, estão painéis dedicados à cinessérie "Crepúsculo" e aos novos filmes de Tim Burton ("Frankenweenie") e Sam Raimi ("Mágico de Oz"). Até o final do evento, no domingo, a Comic-Con espera atrair um público de cerca de 120 mil pessoas.

Munidos de enormes sacolas oferecidas pela própria organização, aficcionados por quadrinhos, TV e cinema realizaram uma verdadeira corrida contra o tempo na noite desta quarta-feira (11), no Centro de Convenções de Sa","image":{"sizes":null,"height":300,"width":615,"crops":"80x80;100x70;128x96;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;615x300","src":"http://conteudo.imguol.com.br/2012/07/12/a-partir-da-esquerda-greg-e-john-rutherford-com-as-sacolas-recheadas-de-bonecos-e-carrinhos-no-centro-mel-orofino-com-a-caixa-da-arma-do-game-portal-a-direita-os-irmaos-lorin-e-joel-1342080348076_615x300.jpg","type":"","titulo":"A partir da esquerda, Greg e John Rutherford com as sacolas recheadas de bonecos e carrinhos; no centro, Mel Orofino com a caixa da arma do game 'Portal'; à direita, os irmãos Lorin e Joel Cunningham, colecionadores de 'toy art'","credito":"Diego Assis/UOL"},"date":"12.07.2012 10h34","kicker":"Da Redação"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="entretenimento/entretenimento">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento