Topo

Após pagar fiança, rapper 21 Savage diz que polícia migratória o pegou como alvo

Prince Williams/Wireimage
O rapper 21 Savage Imagem: Prince Williams/Wireimage

De Nova York (EUA)

2019-02-15T15:51:00

15/02/2019 15h51

O rapper 21 Savage disse nesta sexta (15) que foi "definitivamente um alvo" dos agentes de imigração dos Estados Unidos que o prenderam no início deste mês por estar morando ilegalmente no país.

"Estava dirigindo e do nada vejo pistolas e luzes azuis. E, de repente, estou na parte de trás de um carro", contou o artista nascido no Reino Unido em sua primeira entrevista desde que saiu em liberdade após pagar US$ 100 mil (cerca de R$ 370 mil) de fiança esta semana.

"Não disseram nada. Simplesmente falaram: pegamos Savage'", contou o jovem de 26 anos ao programa Good Morning America, do canal ABC.

"Não acho que a política migratória tenha fracassado", considerou. "Acho que a forma como fazem cumprir a política é que fracassou".

21 Savage, cujo nome de batismo é She'yaa Bin Abraham-Joseph, foi preso em 3 de fevereiro na cidade de Atlanta, no sul, por agentes de Imigração e Controle de Alfândegas (ICE) que disseram que ele estava morando nos Estados Unidos sem documentos desde que seu visto expirou, em 2006, sendo menor de idade.

"Sequer eu sabia o que era um visto", declarou o rapper indicado ao Grammy, que chegou legalmente aos Estados Unidos aos sete anos e ficou lá por quase duas décadas, com exceção de uma breve viagem ao Reno Unido em 2005 para o funeral do seu tio.

"Sabia que não havia nascido aqui, mas não sabia o que significava ao passar a ser adulto", continuou o rapper. "Não escondia, mas não queria que me deportassem, então não ia falar 'não nasci aqui'".

Angela Weiss/AFP
Rapper 21 Savage durante o MTV Video Music Awards em 2018 Imagem: Angela Weiss/AFP

Charles Kuck, um dos advogados de 21 Savage, disse à agência Frence Pres que sua equipe está tentando suspender os procedimentos judiciais de imigração do rapper em virtude de que a sua solicitação de visto U, para as vítimas de crimes que sofreram abuso mental ou físico, está pendente de resolução. Também, afirmou, buscam o "cancelamento de uma expulsão".

Esse procedimento permite a uma pessoa com filhos que tenha morado nos Estados Unidos mais de dez anos obter uma permissão de residência e trabalho. 21 Savage tem três filhos americanos.

"É alvo de um processo de deportação e dizer que não está em risco seria uma loucura, porque ele está, mas confiamos em nossa estratégia de defesa", disse Kuck.

A comoção pela prisão do rapper também ressaltou mais uma vez a situação dos "dreamers": 1,8 milhão de imigrantes levados para os Estados Unidos sem permissão legal quando crianças.

21 Savage, considerado há muito tempo uma estrela de Atlanta, a capital do hip hop, disse que tem poucas lembranças britânicas e não a considera seu lar. "Sou de Atlanta", afirmou.

Mais Rap gringo