Topo

EUA prenderam rapper 21 Savage por conteúdo das letras, diz advogado

O rapper 21 Savage - Prince Williams/Wireimage
O rapper 21 Savage Imagem: Prince Williams/Wireimage

Gina Cherelus

15/02/2019 13h47

Um advogado do rapper 21 Savage disse hoje que o cantor foi detido por autoridades de imigração dos Estados Unidos em parte por ser uma celebridade que falou publicamente sobre as questões de separação de famílias na fronteira entre EUA e México.

O artista, cujo nome verdadeiro é She'yaa BinAbraham-Joseph, foi detido em 3 de fevereiro por autoridades da Agência de Alfândega e Imigração (ICE, na sigla em inglês) sob acusação de ser um cidadão estrangeiro cujo visto passou da validade em mais de uma década. Autoridades disseram que ele veio aos EUA do Reino Unido.

O juiz de imigração de Atlanta Dan Pelletier deu ao artista de 26 anos uma fiança de US$ 100 mil durante uma audiência na terça-feira e ele foi liberado de um centro de detenção da ICE no sul da Geórgia na quarta-feira.

Autoridades da ICE não responderam imediatamente a um pedido de comentário.

Durante participação hoje de manhã no programa "Good Morning America", da ABC News, 21 Savage disse que ele chegou aos EUA quando tinha 7 anos junto de sua mãe e irmãos, e que seu visto venceu em 2006. Ele disse à apresentadora da ABC News Linsey Davis que foi detido enquanto dirigia em Atlanta.

Mais Rap gringo