PUBLICIDADE
Topo

Astros que trocaram a fama em Hollywood por empregos normais

Montagem/UOL
Imagem: Montagem/UOL

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

06/09/2018 04h00

Nesta semana, duas ex-celebridades de Hollywood ganharam as manchetes, não por suas atuações e, sim, por causa de seus novos trabalhos em áreas completamente diferentes.

Foi o caso do ex-astro de "The Cosby Show", Geoffrey Owens, flagrado trabalhando em um supermercado, e de Nate Richert, que interpretou Harvey Kinkle, o namorado da protagonista da série ?Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira?, que atualmente é zelador.

Os dois exemplos não são raros. Diversos artistas que fizeram muito sucesso em Hollywood mudaram de carreira e hoje trabalham em áreas completamente diferente.

Relembre a seguir os casos mais famosos:

Longe dos holofotes!

  • Geoffrey Owens

    O ator Geoffrey Owens, que interpretou Elvin Tibideaux no programa "The Cosby Show" entre 1985 e 1992, foi flagrado pelo canal Fox trabalhando como atendente no mercado Trader Joe's, em Nova Jersey. A reportagem deu a atender que o ator tinha fracassado na vida e, por isso, estava trabalhado no mercado. Diversos atores saíram em defesa de Owens. O ator Terry Crews disse que varreu chão após trabalhar no "Saturday Night Live". "Se necessário, eu faria de novo. Trabalho bom e honesto não é nada para se envergonhar", afirmou Terry. Depois que a notícia viralizou, o ator e roteirista Tyler Perry convidou Geoffrey para participar de seu novo projeto: "The Haves and the Have Nots". Leia mais

  • Nate Richert

    Inspirado pelo caso de Geoffrey Owens, o ator Nate Richert, que interpretou Harvey Kinkle, o namorado da protagonista da série "Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira", revelou que atualmente trabalha como zelador e faz bicos de manutenção e carpintaria. "Nós, atores, raramente temos segurança no trabalho, planos de saúde de qualidade ou qualquer garantia de aposentadoria", disse. Leia mais

  • Mary-Kate e Ashley Olsen

    As gêmeas Mary-Kate e Ashley Olsen, 32, que ficaram famosas nos anos 1990 por atuarem em diversas comédias românticas, deixaram as telonas e criaram uma grife própria de roupas de luxo masculinas, chamada de The Row. A linha lançada pelas irmãs tem preços variando entre US$ 3.950 a US$ 5.795. Elas também são donas da Elizabeth e James, uma linha intermediária com designs femininos e mais modernos. Leia mais

  • Peter Ostrum

    Lembra do menininho que descobre um dos bilhetes dourados para visitar a Fantástica Fábrica de Chocolate, no clássico filme de 1971? Então, Peter Ostrum, que tinha 12 anos na época, só atuou naquele filme e depois nunca mais fez outro papel nos cinemas. Ele deixou a carreira de ator e hoje é médico veterinário de grande animais no interior do estado de Nova York.

  • Chris Owen

    Os fãs do besteirol americano "American Pie" vão se lembrar do personagem The Sherminator, interpretado pelo ator Chris Owen quando ele era adolescente. Depois do sucesso nos cinemas, o ator não conseguiu muitos trabalhos como artista, fazendo apenas pequenos filmes e aparições na TV. Na maior parte do tempo, ele trabalhou como garçom no restaurante Sushi Roku, de Los Angeles.

  • Jeff Cohen

    Lembra do Chunk, o gordinho bonachão de "Os Goonies"? O ator Jeff Cohen cresceu, largou a atuação e foi trabalhar como advogado. Hoje, ele é fundador e sócio da firma de advocacia Cohen Gardner LLP, sediada em Beverly Hills, especializada em casos que envolvam tecnologia, entretenimento, mídia e licenciamento de propriedades intelectuais.

  • Mara Wilson

    A fofa atriz mirim que ficou conhecida nos anos 90 por atuar nos filmes "Uma Babá Quase Perfeita", "Milagre na Rua 34" e "Matilda" disse que para os atores infantis a melhor maneira de manter a sanidade é se afastar do mundo das celebridades. E foi isso que ela fez. Atualmente, ela se dedica à carreira de escritora profissional e sua peça, "Sheeple", chegou a ser encenada no "New York International Fringe Festival".

  • Jack Gleeson

    Odiado em Westeros, o Rei Joffrey saiu de cena até na vida real. O ator Jack Gleeson parou de atuar depois que deixou a série "Game of Thrones". O motivo? Ele não curtia a vida de astro de Hollywood. Aos 26 anos, o irlandês se dedicou à carreira acadêmica e foi para o prestigiado Trinity College, em Dublin, onde estudou filosofia e teologia. Em 2015, ele trabalhou em um teatro de fantoches batizado de "Bears in Space", apresentado em Nova York.

  • Danny Lloyd

    O garotinho Danny Torrance, atormentado por Jack Torrance no filme "O Iluminado", cresceu. Danny Lloyd não quis saber mais de atuar e seguiu carreira como professor de ciências em uma universidade comunitária nas proximidades da cidade de Louisville, onde cria porcos em uma fazenda. Hoje ele é casado, pai de seis filhos e afirma não ter nenhum arrependimento por ter mudado de carreira. "Tenho uma vida bastante normal. As pessoas não me reconhecem", ele disse em uma entrevista ao NY Daily News.