PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Depp diz que fezes de Amber Heard na cama marcaram "fim apropriado" da relação

Ator Johnny Depp enfrenta processo contra jornal britânico que o acusou de agredir a atriz Amber Heard - PETER NICHOLLS
Ator Johnny Depp enfrenta processo contra jornal britânico que o acusou de agredir a atriz Amber Heard Imagem: PETER NICHOLLS

Michael Holden

Da Reuters, em Londres

10/07/2020 12h29Atualizada em 10/07/2020 13h50

O ator Johnny Depp disse hoje na Alta Corte de Londres que sua ex-mulher, Amber Heard, ou uma amiga dela defecou em sua cama, no que ele descreveu como "um fim apropriado para o relacionamento".

O tribunal ouviu hoje que um episódio de agressão ocorreu após a festa para celebrar os 30 anos de Heard em abril de 2016, segundo a advogada do Sun, Sasha Wass.

O astro de "Piratas do Caribe" estava atrasado por causa de uma reunião com seu gerente de negócios — na qual havia recebido más notícias sobre as finanças.

Na residência do casal, Depp foi acusado de atacar Heard quando ela o criticou por estar atrasado, jogando uma garrafa de champanhe contra ela e agarrando seus cabelos.

No dia seguinte, foram encontradas fezes na cama, algo que, segundo a advogada, Depp havia dito em mensagens de texto que achava hilário. Mas ele disse no tribunal que esse momento "absurdo" foi quando ele decidiu que eles tinham que terminar o casamento.

"Eu estava convencido de que foi a própria Heard ou uma de seu grupo que estava envolvida em deixar fezes humanas na cama", afirmou. "Eu pensei que era um fim bizarro e estranhamente apropriado para o relacionamento".

Em processo que move contra o jornal britânico "The Sun", que o chamou de "espancador de mulher", Depp enfrentou quatro dias de interrogatório sobre as alegações de Heard de que ele a atacou fisicamente em pelo menos 14 ocasiões durante um período de três anos a partir de 2013.

Depp nega ter agredido a ex-mulher.

No primeiro dia, ele acusou Amber Heard de mentir sobre as agressões e de manter relações extraconjugais durante o casamento. Ontem, ele admitiu que "acidentalmente" deu uma cabeçada na ex-mulher em 2015.

Entretenimento