PUBLICIDADE
Topo

Cirque du Soleil demite 95% dos funcionários por cancelamento de shows

O Crique de Soleil at Sea - Divulgação
O Crique de Soleil at Sea Imagem: Divulgação

Nivedita Balu

Em Bengaluru

19/03/2020 16h48

Resumo da notícia

  • O Cirque de Soleil demitiu 95% de seus funcionários
  • Cortes afetaram 4.000 pessoas que trabalhavam em shows da companhia
  • Demissões vieram por causa de cancelamentos devido ao coronavírus

O Cirque du Soleil Entertainment Group dispensou 95% de seus artistas ontem, já que o distanciamento social provocado pela pandemia de coronavírus obrigou a empresa circense sediada em Montréal a cancelar apresentações.

Cinemas, shoppings e varejistas fecharam as portas para limitar a propagação do vírus, que já matou mais de 100 pessoas nos Estados Unidos. No início deste mês, a empresa havia suspendido temporariamente seus shows em Las Vegas, uma de suas áreas proeminentes.

Cidades e países em que o grupo se apresenta aprovaram por unanimidade a proibição de aglomerações públicas de mais de 250 pessoas, seguindo orientações dos governos, disse a empresa.

"Esta decisão é nossa única opção", disse o presidente-executivo, Daniel Lamarre, em um comunicado. As demissões afetaram 4.000 funcionários do Cirque.

O grupo circense disse que uma equipe de apoio reduzida continuará a trabalhar nos planos de turnês e vendas de ingressos para shows mais adiante neste ano, e em 2021 e se preparará para recontratar quando as produções forem retomadas.

*Com informações do Deadline

Entretenimento