PUBLICIDADE
Topo

'Tiger King': Família dá recompensa sobre sumiço do ex de Carole Baskin

Carole Baskin, do documentário "A Máfia dos Tigres", da Netflix; família do ex-marido exige maiores informações sobre desaparecimento - Divulgação
Carole Baskin, do documentário 'A Máfia dos Tigres', da Netflix; família do ex-marido exige maiores informações sobre desaparecimento Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

11/08/2020 09h05Atualizada em 11/08/2020 09h47

A família de Don Lewis abriu processo contra Carole Baskin, da série documental "Tiger King" — ou "A Máfia dos Tigres" — da Netflix, para que ela faça um depoimento sobre o desaparecimento de Lewis.

Os parentes também estão oferecendo recompensa no valor de US$ 100 mil (cerca de R$ 548 mil) em troca de qualquer notícia que possa ajudar no caso.

Lewis desapareceu em 1997, antes de fazer uma viagem. Ele criava junto com a mulher, a ativista Carole Baskin, um santuário para animais resgatados, o Big Cat Rescue Corp., na Flórida, como é mostrado na série.

Em 2002, ele foi dado como morto pelas autoridades. Baskin mantém a organização ao lado de Howard, seu atual marido, com o dinheiro herdado de Lewis.

Uma das filhas de Lewis disse ontem em entrevista coletiva que sabia que o pai não era perfeito, mas que ele também merece justiça.

Surpreendentemente, nossa pequena tragédia familiar se tornou sua tragédia. Nossa busca pelo fechamento e pela verdade também se tornou sua missão
Gale Rathbone, filha de Don Lewis

Carole disse à agência de notícias Associated Press que não comentaria o caso, mas expressou por comunicado anterior que a abertura do processo era "um golpe publicitário".

Eu disse a alguns meios de comunicação que pensei que a entrevista coletiva em 10 de agosto era apenas um golpe publicitário, mas naquela época não estava ciente disso estaria pendente de litígio
Carole Baskin

Reviravoltas no roteiro real

Carole Baskin está comandando o zoológico de Joe Exotic, seu "rival", em Oklahoma.

Segundo o portal TMZ, ela recebeu a propriedade e o controle do zoológico como parte de um julgamento de marca registrada contra Joe.

Ele já teve que pagar uma multa para a ativista no valor de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,48 milhões) há quase sete anos.

Joe está preso desde o ano passado após ser condenado a 22 anos de reclusão por por maus tratos a animais e por encomendar a morte de Carole Baskin.

Ele acusa Baskin de ter matado Lewis e dado seu corpo aos tigres — o que ela nega. As acusações e disputas são o plano de fundo da série da Netflix.