PUBLICIDADE
Topo

Kim Kardashian pede compaixão e empatia com transtorno bipolar de Kanye

Kim Kardashian e Kanye West em foto de família no Natal - Reprodução/Instagram
Kim Kardashian e Kanye West em foto de família no Natal Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

22/07/2020 13h37

Kanye West soltou mais uma série de tuítes na última madrugada, e desta vez falou que tenta se separar de Kim Kardashian há dois anos. Calada desde as últimas polêmicas do rapper, Kim enfim se pronunciou.

Em seu Instagram, a socialite falou das dificuldades de Kanye com seu transtorno bipolar - e da sociedade em lidar com isso.

Como muitos de vocês sabem, Kanye tem transtono bipolar. (...) Nunca falei publicamente sobre como isso nos afetou em casa, porque sou muito protetora dos nossos filhos e do direito de Kanye à privacidade quanto à sua saúde. Mas hoje sinto que devo comentar por causa do estigma e equívocos sobre saúde mental.

Kim seguiu seu desabafo, em um textão nos stories, que foi compartilhado também no perfil de Kanye com a legenda "Carta de Kim".

Letter from Kim #kanyewest

Uma publicação compartilhada por Kanye West (@kanyew.est) em

"Eu entendo que Kanye está sujeito a críticas, porque ele é uma figura pública e suas ações às vezes podem causar opiniões e emoções fortes. Ele é uma pessoa brilhante, mas complicada, que, nas pressões de ser artista e negro que experimentou a dolorosa perda de sua mãe, precisa lidar com a pressão e o isolamento que é o seu distúrbio polar. Quem está próximo de Kanye conhece seu coração e entende que suas palavras algumas vezes não se alinham com suas intenções"

E finalizou

[O transtorno] faz parte de seu gênio e, como testemunhamos, muitos de seus grandes sonhos se tornaram realidade. Nós, como sociedade, falamos em dar luz à questão da saúde mental como um todo, mas também devemos dar espaço às pessoas que vivem com ela nos momentos em que mais precisam. Peço gentilmente que a mídia e o público nos deem a compaixão e empatia necessárias para que possamos superar isso

Pra entender a polêmica...

Nos tuítes de hoje, o rapper destacou um encontro da mulher com o rapper Meek Mill, seu rival declarado, como o incidente que teria levado aos problemas do casal. Kardashian e Mill se reuniram para discutir a reforma do sistema presidiário, causa apoiada pela socialite.

Kim, por sua vez, está conversando com advogados para um divórcio, segundo a USWeekly.

O veículo apurou que ela também está pensando em separação há tempos, mas não agiu de forma concreta neste sentido "pelo bem dos filhos" — ela e Kanye são pais de North (7 anos), Saint (4), Chicago (2) e Psalm (1).

Na madrugada de ontem, disse que Kim estava tentando interná-lo contra a vontade, comparando sua situação com a do filme "Corra!". Ele já admitiu lidar com o transtorno e disse que em alguns momentos se sente "extra paranóico".

kanye - REUTERS/Randall Hill  - REUTERS/Randall Hill
19.jul.2020 - Kanye West discursa em comício na Carolina do Sul
Imagem: REUTERS/Randall Hill

Kanye fez recentemente o primeiro comício como candidato à presidência dos EUA e causou ao falar contra o aborto.