PUBLICIDADE
Topo

Mia Khalifa diz estar sozinha em uma luta contra 'empresa bilionária'

Mia Khalifa faz novo desabafo sobre a produtora que trabalhou como atriz pornô - Reprodução/Instagram
Mia Khalifa faz novo desabafo sobre a produtora que trabalhou como atriz pornô Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

17/07/2020 20h49

Mia Khalifa voltou a falar sobre sua luta contra a indústria pornográfica. Hoje, ela publicou um novo vídeo em suas redes sociais no qual diz estar sozinha em uma briga com uma empresa bilionária.

A ex-atriz pornô, que agora é comentarista esportiva e influenciadora, tem tentado recuperar domínios da internet com seu nome, além de querer evitar que vídeos antigos sejam promovidos à sua revelia.

No mês passado, a ex-atriz ganhou apoio de seus seguidores nas redes sociais, que criaram uma petição para que ela tenha direito de recuperar o controle sobre a divulgação de seus vídeos pornográficos antigos. Até o momento, a campanha conta com cerca de 1,8 milhão de assinaturas.

"Eu sei que vocês querem saber o que aconteceu, e eu devo a vocês falar sobre a campanha, mas no começo eu não queria ter que fazer isso por causa do quanto isso é ridículo. Por exemplo, levando em consideração o fato que eu era uma contratante de redes sociais e era paga pelas contas, juntando isso com o dinheiro que eu fazia com os vídeos. Eu não acho que isso é uma maneira justa de colocar as informações para vocês, porque vocês não são burros. Eu quero dar toda a informação, mas eu sou uma única pessoa lutando contra uma empresa que vale 1 bilhão de dólares e eu não consigo fazer isso sozinha", disse a ex-atriz em vídeo publicado hoje.

Ela ainda continuou seu relato: "É assustador e eu estou com muito medo de cometer algum erro e dizer alguma coisa errada. Então, todos os passos têm que ser na justiça agora, porque eles fizeram disso uma coisa muito suja. Eu não posso fazer sozinha. Estou tentando e eu devo a vocês lutar o máximo que puder. E eu prometo que eu vou fazer isso e vocês vão ficar sabendo de tudo".

Mia alega ter recebido US$ 12 mil por seis vídeos e ter gerado milhões em faturamento para a empresa Bang Bros. No entanto, a empresa diz que Mia teria recebido um total de US$ 178 mil.