PUBLICIDADE
Topo

Reino Unido libera apresentações de teatro e música ao ar livre

Apresentações devem respeitar distanciamento recomendado; Foto ilustrativa do Hyden Park, em Londres, antes da pandemia de coronavírus - Alphotographic/Getty Images
Apresentações devem respeitar distanciamento recomendado; Foto ilustrativa do Hyden Park, em Londres, antes da pandemia de coronavírus Imagem: Alphotographic/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

09/07/2020 13h58Atualizada em 09/07/2020 14h02

O secretário de Cultura do Reino Unido, Oliver Dowden, anunciou que apresentações de peças de teatro, óperas, de outros ritmos musicais e de dança estão liberadas se forem feitas ao ar livre.

O público ainda terá que respeitar distâncias de segurança em razão da pandemia de coronavírus. A liberação começa a valer no próximo sábado (11).

"Estou realmente incentivando as pessoas a chegarem lá e a desempenharem o seu papel: comprar os ingressos para peças ao ar livre e recitais musicais, acessar a galeria e apoiar os negócios locais", disse ele em entrevista coletiva na Dowing Street, residência oficial do primeiro-ministro Boris Johnson.

De acordo com informações do The Independent, o secretário pediu para as pessoas ajudarem a recuperação do setor cultural, tal como "ficávamos em casa para proteger o NHS [sistema público de saúde equivalente ao SUS] e salvar vidas".

"É hora de comer fora para ajudar, apreciar as artes para ajudar e trabalhar para ajudar", completou ele.

O governo de Boris Johnson já havia anunciado um pacote de R$ 10 bilhões para ajudar na recuperação do setor cultural.

No início do mês, cerca de 1.500 grandes nomes da música britânica, de Ed Sheeran e Annie Lennox ao grupo Rolling Stones, passando por Paul McCartney e Depeche Mode, escreveram uma carta aberta ao ministro da Cultura, Oliver Dowden, para pedir uma ação.

Entretenimento