PUBLICIDADE
Topo

Frodo em Senhor dos Anéis, Elijah Wood se despede de Ian Holm: 'Adeus, tio'

Elijah Wood (à esq.) e Ian Holm em cena de "O Senhor dos Anéis" - Reprodução
Elijah Wood (à esq.) e Ian Holm em cena de 'O Senhor dos Anéis' Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

19/06/2020 15h52

Elijah Wood usou o Twitter para homenagear o ator Ian Holm, que morreu hoje aos 88 anos por complicações da Doença de Parkinson. Os dois interpretaram Frodo e Bilbo, respectivamente, sobrinho e tio nos filmes de "O Senhor dos Anéis" e "O Hobbit".

"Muito triste ouvir que o singular, brilhante e vibrante Sir Ian Holm se foi. Adeus, tio", escreveu Wood.

Orlando Bloom homenageia Ian Holm, colega de 'O Senhor dos Anéis' - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Orlando Bloom homenageia Ian Holm, colega de 'O Senhor dos Anéis'
Imagem: Reprodução/Instagram

Outro membro do elenco de "O Senhor dos Anéis" que é bastante ativo nas redes sociais, Orlando Bloom (Legolas) também homenageou Holm. Apesar de terem dividido poucas cenas nos filmes, os dois atores conviveram bastante nos bastidores.

"Perdemos uma lenda hoje. Ele interpretou um dos personagens mais baixinhos nos nossos filmes de 'O Senhor dos Anéis' — mas, para mim, ele sempre foi um gigante", escreveu o ator.

Bilbo

A conexão de Holm com "O Senhor dos Anéis" é mais antiga do que a trilogia cinematográfica dirigida por Peter Jackson. Em 1981, quando a BBC produziu uma adaptação para o rádio da obra de J.R.R. Tolkien, ele foi o escolhido para dar voz a Frodo.

Vinte anos depois, ele virou Bilbo nos três filmes lançados entre 2001 e 2003 — o último, "O Retorno do Rei", venceu o prêmio de melhor elenco no SAG Awards. Holm ainda reprisou o papel em dois filmes de "O Hobbit", trilogia prelúdio dirigida por Peter Jackson entre 2012 e 2014.

Martin Freeman interpretou o jovem Bilbo nos longas.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado, a diferença entre Ian Holm ter feito a adaptação para o rádio de "O Senhor dos Anéis" e os três filmes lançados sobre as obras, foi de 20 anos, e não 30 anos. O texto foi corrigido.