PUBLICIDADE
Topo

Caio Castro mede temperatura e é desinfectado para live lembrando Chorão

Do UOL, em São Paulo

30/05/2020 14h43

Chorão faria 50 anos no último dia 9 de abril e hoje foi o dia que seus ex-companheiros de Charlie Brown Jr, o ator Caio Castro e amigos escolheram para uma homenagem, com uma live no YouTube.

Caio Castro foi chamado para apresentar o show virtual e arriscou cantar em alguns momentos, junto a Marcão, guitarrista da banda, que fez algumas versões acústicas no início da live, que teve apos com Dinho Ouro Preto, Bob Burnquist e Paulo Vilhena.

No começo da tarde, o ator mostrou como foi a chegada ao estúdio, que contou com cuidados extra para evitar contágios do novo coronavírus.

Caio teve a temperatura tirada e chegou a um estúdio em que todos estavam com máscaras e vestes de proteção.

"Tô livre, tô bom?", perguntou o ator. Temperatura OK. Mas, ao tentar entrar, foi parado por mais um instante e ganhou vários sprays desinfetantes nas roupas e até na sola dos calçados que vestia.

A live começou com atraso de cerca de 40 minutos e segue até as 22h, sendo que a banda entra para o show às 20h. O primeiro convidado, por telefone, foi Bob Burnquist, que era amigo de Chorão.

Bob revelou que conversou com Tony Hawk para que os pedidos de que Chorão ganhe um personagem no game do skatista se torne realidade. "Eu falei com ele. Eles tão sabendo", garantiu Bob.

Entre as músicas, Caio fio chamando convidados e ligou também para Paulo Vilhena, que falou de seu trabalho com Chorão no filme "Magnata".

"O Chorão tinha uma coisa que gosto muito que é a verdade. Tem um lance de valor no caráter, que é uma das coisas mais importantes em um homem. Apesar de toda a falação a respeito, ele tinha um coração gigante e era um brother para qualquer hora. E um artista genial", disse o ator.