PUBLICIDADE
Topo

Indústria do entretenimento dos EUA demitiu 1,3 milhão em um mês

12.mar.2020 - Homem usando máscara caminha pela Broadway após anúncio de cancelamentos por causa do coronavírus - Andrew Kelly/Reuters
12.mar.2020 - Homem usando máscara caminha pela Broadway após anúncio de cancelamentos por causa do coronavírus Imagem: Andrew Kelly/Reuters

Do UOL, em São Paulo

08/05/2020 15h41

A indústria do entretenimento, das artes e das recreações dos EUA demitiu 1,3 milhão de trabalhadores em abril, segundo números do Comitê de Estatísticas Trabalhistas repercutidos pelo site The Wrap.

De acordo com o veículo, a maior parte dessas demissões (quase 1,1 milhão) veio no setor da recreação, que é responsável por estabelecimentos como cassinos, parques de diversão e casas de show.

Enquanto isso, a indústria do cinema, da TV e da música demitiu 217 mil funcionários durante o mês de abril. Os números representam uma fatia considerável do total de 23,1 milhões de desempregados que os EUA registraram no mesmo período.

O setor do entretenimento não foi o mais afetado pela pandemia, no entanto. Como mostra o levantamento do Comitê, esta distinção ficou com a indústria do turismo e da hospitalidade, que demitiu 7,7 milhões de trabalhadores em abril.