PUBLICIDADE
Topo

'La Casa de Papel': Quem é Gandía, o grande vilão da parte 4?

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

19/04/2020 04h00

Se você faz parte do fandom de "La Casa de Papel" provavelmente está espumando de raiva por Gandía. O vilão que apareceu sorrateiro na parte 3 e roubou a cena na parte 4 da série cumpriu sua função e nos deixou curiosos para saber um pouco mais sobre a carreira dele. O responsável por tantas emoções controversas é José Manuel Poga, ator espanhol de 40 anos.

Para começar, vamos exaltar o lado bom. Nos bastidores, a relação dele com Nairóbi, ou melhor, com a Alba Flores, é só amor. O perfil oficial de "La Casa de Papel" teve de divulgar essas imagens para conter um pouco os ânimos de quem já queria sair metralhando o ator por causa de seu personagem:

Gandía é tão ruim com os personagens que mais amamos na parte 4 de "La Casa de Papel" que nem dá tempo de reparar em outras coisas. Mas tem gente que foi investigar um pouco mais a fundo e se surpreendeu com a beleza dele em outros papéis da carreira. É, a barba ajuda. O que será que os @galasfeiosoficial pensariam disso: galã legítimo ou galã feio?

Antes de virar Gandía e ganhar o reconhecimento mundial com "La Casa de Papel", o ator se destacou por seus papéis em "La Luz Con El Tiempo Dentro" (2015), "El Niño" (2014) e "Mel de Laranjas" (2012). Infelizmente, nenhum deles está disponível no Brasil. Mas eis aqui uma listinha de outras séries e filmes com José Manuel Poga e que você pode encontrar na Netflix:

  • "A Trincheira Infinita" (filme com 2h27 de duração);
  • "Fugitiva" (série com uma temporada);
  • "Toro" (filme com 1h46 de duração)

Outra notícia triste para aqueles que adoram ficar acompanhando os atores enquanto a série não volta, é que o intérprete de Gandía ainda não tem perfil nas redes sociais. Mas, para compensar, tem um monte de conta de fã surgindo para abastecer a curiosidade dos seguidores da série espanhola. Quem sabe ele não resolve criar uma oficial na quarentena?

Em uma entrevista à revista "Hola!" da Espanha, um pouco antes de a Parte 4 estrear, o ator já tinha falado sobre o que esperar do chefe de segurança do Banco da Espanha. "Ele é treinado para aquilo, é o que precisa fazer. Se Gandía tem uma coisa ruim, é que ele é muito bom em seu trabalho", disse o ator, que ainda se denominou como "um cachorrinho do governo."

É, ele bem que tentou avisar o que estava por vir. Mas a verdade é que o sentimento de quase todo mundo acabou sendo esse: