PUBLICIDADE
Topo

'La Casa de Papel': 4 personagens que definem a parte 4 (com muito spoiler)

Nairóbi vai morrer? - Divulgação/Netflix
Nairóbi vai morrer? Imagem: Divulgação/Netflix

Do UOL, em São Paulo

03/04/2020 10h00

ATENÇÃO: O texto abaixo contém spoilers de "La Casa de Papel". Não leia se não quiser saber o que acontece.

"La Casa de Papel" chegou hoje à Netflix com uma temporada tensa e que promete definir os rumos da série. Assim como os fãs que madrugaram, o UOL já maratonou a parte quatro completa e conta os pontos mais importantes.

Sim, esse é um texto cheio de spoilers. Se você prefere ser surpreendido assistindo à nova temporada, pare por aqui.

.

.

.

Tem certeza?

.

.

.

Quatro personagens definem o rumo desta temporada e deixam ganchos para uma próxima: a assaltante Nairóbi (Alba Flores), o chefe de segurança do Banco da Espanha Gandía (José Manuel Poga), a ex-policial e agora assaltante Lisboa (Itziar Ituño) e a inspetora Alicia Sierra (Najwa Nimri).

Nairóbi

Nairóbi morre. Mas não da forma que todos estavam esperando. Depois de ser atingida pela polícia ao se aproximar da janela do Banco da Espanha para ver seu filho, em uma armadilha da Inspetora Alicia ainda na parte 3, a matriarca do banco é operada por Tóquio (Úrsula Corberó) e passa alguns dias se recuperando. Ela sobrevive, mas tão logo se recupera vira o alvo principal de Gandía, o chefe de segurança do banco que está solto depois de ser ajudado por Palermo (Rodrigo De la Serna). Após uma complicada negociação do bando com o segurança carniceiro, Gandía não cumpre sua palavra e atira na cabeça de Nairóbi. A morte de Nairóbi acontece no episódio 6 e abala todo o grupo.

Gandía

O chefe de segurança do Banco da Espanha pouco apareceu na parte 3, mas é praticamente o protagonista da parte 4. Praticamente toda a complicação do plano dentro do banco se dá depois que ele se solta e acessa a sala do pânico, um dos cantos desconhecidos pelo Professor (Álvaro Morte) porque não aparece na planta original da instituição. É lá que ele consegue prender Tóquio —até então a líder do assalto— e se comunicar com a polícia do lado de fora. Mas, depois de matar Nairóbi, o agente fica ferido por estilhaços de uma bomba e é dominado por Tóquio ao pedir a ajuda dela. Com Gandía dominado, o bando consegue levar Lisboa de volta para dentro do banco, em uma operação de resgate tão minuciosamente planejada que só poderia ter saído da mente do Professor.

Lisboa

A ex-inspetora e atual parceira do Professor não está morta (como já tínhamos visto no final da parte 3) e passa a maior parte da temporada dentro da tenda da polícia, bem em frente ao Banco da Espanha. O Professor descobre isso depois de subornar um dos policiais e torna a prisão ilegal pública. Com isso, Raquel é retirada da tenda e levada a julgamento para que sua prisão seja feita de acordo com as leis da Espanha. É aí que o Plano Paris entre em ação, algo que havia sido combinado previamente caso um deles fosse capturado durante o assalto. Lisboa calcula o tempo certo de seu julgamento e acaba resgatada no estacionamento do tribunal. O plano é todo muito complexo, mas, ao final, ela consegue voltar de helicóptero e pousar no teto do banco, se juntando ao bando do lado de dentro.

Alicia

Alicia Sierra é outro alvo do Professor, que encontra uma forma de também tornar pública as torturas que a inspetora submeteu Rio (Miguel Herrán), inclusive enterrá-lo vivo. Enquanto o chefe da polícia nega veemente a tortura, Alicia também é chamada para falar com a imprensa e acaba admitindo todos os horrores que fez com o hacker do bando. Enfrentando um processo judicial por não ter cumprido a ordem de sua própria equipe, ela foge e descobre que havia um policial infiltrado. Buscando provas por conta própria, encontra o Professor em Colmenar, vilarejo de onde ele está comandando o assalto. A parte 4 termina com a cena de Alicia ainda grávida rendendo o cabeça do bando. Pois é. O assalto ao Banco da Espanha ainda não acabou. Cheiro de quinta temporada no ar.

La Casa de Papel