PUBLICIDADE
Topo

Música

Covid-19: Mulher de funkeiro que morreu segue internada e quadro é estável

MC Dumel, diagnosticado com a coavid-19 - Reprodução/Instagram
MC Dumel, diagnosticado com a coavid-19 Imagem: Reprodução/Instagram

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

17/04/2020 17h25

Andreza Bacellar, mulher do funkeiro MC Dumel, morto ontem em decorrência da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, segue internada no Hospital Couto Maia, em Salvador, Bahia. O quadro de saúde dela, segundo a assessoria do artista, é estável.

Dumel, de 28 anos, e Andreza, de 22, apresentaram os primeiros sinais da doença depois de uma viagem ao Rio de Janeiro.

Eles fizeram isolamento social em casa, mas cinco dias depois, na quinta-feira (9), o quadro do músico piorou, e ele foi levado ao Hospital Menandro de Faria, onde foi internado na UTI na sexta-feira (10) à noite. Ele foi encaminhado para a UTI do Hospital Couto Maia na mesma noite. O funkeiro, que tinha histórico de obesidade, não resistiu à doença e morreu ontem.

"Obrigada, meu amor. Obrigada por esses sete anos de amor: companheirismo, amizade, lealdade, paixão, fidelidade. Sua xerox está conosco, prometo que vou amá-lo, protegê-lo e dar minha vida por ele, assim como você fez durante esses quatro anos de amor do nosso filho. Obrigada, minha vida, obrigada por tudo, meu guerreiro", escreveu Andreza, em seu perfil no Instagram.

Em nota enviada ao UOL, a secretaria estadual de Saúde confirmou a 35ª morte pelo novo coronavírus no estado. "A morte foi de um homem de 28 anos, residente em Lauro de Freitas, com histórico de obesidade. Ele estava internado em um hospital público na capital baiana, vindo a falecer hoje", disse a assessoria, sem citar o nome do cantor, na nota.

Conhecido no Nordeste graças ao bregafunk, em músicas como "Avisa Lá" e "Faixa Preta", Dumel deixa um filho, o pequeno Benjamin, de 4 anos.

Música