PUBLICIDADE
Topo

Debbie Harry fala sobre vício em heroína - e por que foi uma perda de tempo

A cantora Debbie Harry -  Don Emmert - 5.fev.2014/AFP
A cantora Debbie Harry Imagem: Don Emmert - 5.fev.2014/AFP

Do UOL, em São Paulo

02/04/2020 12h10

A cantora do Blondie, Debbie Harry, de 74 anos, deu um testemunho curioso sobre seu vício em heroína e explicou por que esta fase de sua vida não foi nada agradável. Ela explicou que um dos grandes problemas era encontrar a droga, e comparou essa "perda de tempo" a um trabalho em período integral.

Em entrevista à revista ES, ela afirmou: "Drogas são uma coisa legalzinha. O que me levou para longe delas era ter que adquiri-las e a chatice que isso era. Era tipo uma ocupação de período integral e uma perda de tempo".

Debbie já falou abertamente outras vezes sobre seu uso de drogas e explorou o tema a fundo, falando dos problemas desta fase de sua vida, no livro "Face It", de 2019.

"Começou a ficar desagradável. Para a minha sorte, eu lidei bem com a saída [das drogas]", completou a cantora.

Ela fez uma comparação com Amy Winehouse. "Eu não usava drogas quando trabalhava, então, se estava trabalhando, estava limpa. Não é como aquela moça, como ela chama? Ela não queria ir para a rehabilitação."

Debbie ainda falou de relacionamentos na sua idade. "Há menos homens disponíveis para mulheres da minha idade. Todos estão casados com filhos. O que há de errado com eles? Acho que estão rolando mais casos extraconjugais. Eu procuro algo que tenha química, de verdade".

Música