PUBLICIDADE
Topo

Morrem dois regentes brasileiros em decorrência do coronavírus

Ana Fuccia
Imagem: Ana Fuccia

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 17h56

A maestrina Naomi Munakata, de 62 anos, morreu nesta tarde por complicações da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Ela foi a segunda regente falecida nesta semana em decorrência da pandemia — ontem, morreu o maestro Martinho Lutero Galati, aos 66 anos de idade.

Naomi Munakata foi internada há cerca de uma semana no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, com complicações pulmonares decorrentes da doença. Ela precisou ser entubada e também desenvolveu insuficiência renal, motivo pelo qual precisou ficar em hemodiálise contínua.

Nascida em Hiroshima, no Japão, ela era regente titular do Coral Paulistano do Theatro Municipal de São Paulo, e por vinte anos regeu o coro da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp).

O maestro Martinho Lutero foi internado no último dia 17, com um quadro de gripe que evoluiu para pneumonia. O primeiro teste para coronavírus deu negativo, e o positivo do segundo só foi divulgado durante o processo de redação da certidão de óbito.

Lutero havia voltado da Itália há duas semanas e nos dias 13 e 14 de março chegou a reger concertos na comemoração dos 50 anos do Coro Luther King, que ele mesmo criou.

Ele foi diretor artístico do Coral Paulistano, do Theatro Municipal de São Paulo, entre 2013 e 2016.

Música