PUBLICIDADE
Topo

Fernando Meirelles: manifestação é chance de deixar 'malucos' em quarentena

Fernando Meirelles - Mathilde Missioneiro/Folhapress
Fernando Meirelles Imagem: Mathilde Missioneiro/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

10/03/2020 12h10

O diretor Fernando Meirelles criticou hoje no Twitter as manifestações marcadas para o dia 15 de março. Os atos são tidos como contrários ao Congresso e ao Judiciário, embora isso tenha sido negado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que afirmou semana passadas serem apenas movimentos "pró-Brasil".

Segundo o cineasta de "Cidade de Deus" e "Dois Papas", os protestos são oportunidades para o Covid-19. "Estou quase apoiando a manifestação do dia 15. Será uma oportunidade única para o Covid-19 botar os malucos que forem numa quarentena", escreveu.

Recentemente, em participação no Roda Viva, da TV Cultura, o diretor palpitou sobre a situação política do Brasil e afirmou que opções de Bolsonaro têm sido "desastrosas", principalmente nas áreas de Educação, Meio Ambiente e Cultura.

"Sou muito crítico ao governo Bolsonaro, principalmente nas áreas que quando vou votar em alguém, penso: Educação, Meio Ambiente e Cultura. E são áreas completamente desastrosas nesse governo", afirmou Meirelles.

Apesar das críticas a Bolsonaro, Meirelles disse que a indicação de Regina Duarte a Secretaria da Cultura pode ser a "solução".

"Até esse ano não rolou muita racionalidade, por isso a gente continua dando volta no rabo. Agora, por mais que discorde da visão política, com Regina Duarte sendo nossa secretária da Cultura, acho que pode ser a solução. Evidente, por mais que a gente não concorde com as opiniões, ela tem uma ligação com a classe artística, sabe a importância do cinema, sabe como é o trabalho, a indústria que tem por trás. Eu discordo dela, mas como o Ratzinger lá, eu discordo do que você fala, mas talvez você possa ser a pessoa certa. Regina Duarte pode talvez ser a pessoa certa neste momento", concluiu.