PUBLICIDADE
Topo

Filmes e séries


Policiais temem que Harvey Weinstein tente suicídio após condenação

Harvey Weinstein chegar ao tribunal de Nova York para julgamento - REUTERS/Jeenah Moon
Harvey Weinstein chegar ao tribunal de Nova York para julgamento Imagem: REUTERS/Jeenah Moon

Do UOL, em São Paulo

26/02/2020 12h11

Condenado anteontem pelos crimes de estupro e agressão sexual, o ex-produtor de cinema americano Harvey Weinstein ligou o sinal de alerta nos oficiais do Departamento de Correções (DOC) de Nova York, segundo o site TMZ. O setor responsável pela custódia da população carcerária da cidade teme que Weinstein tente suicídio.

O caso de Jeffrey Epstein, empresário também condenado por abuso sexual que se suicidou na cela enquanto policiais deveriam estar fazendo rondas periódicas, serve de baliza para que os oficiais do DOC de Nova York tentem evitar que o caso de repita com Weinstein.

A princípio, o Weinstein ficará preso em uma seção especial do presídio de Rikers Island destinada especificamente para criminosos de alto perfil e pessoas com problemas de saúde.

Informações do site TMZ adiantam que ele ficar sozinho em uma cela com câmeras de vigilância 24h e, caso ele saia da cela, oficiais do DOC devem acompanhá-lo de perto.

Enquanto isso, Weinstein está internado no Hospital Bellevue depois de ter reclamado de fortes dores no peito. A pena de Weinstein será anunciada pela Justiça no dia 11 de março. Somadas, as penas por estupro e agressão sexual em Nova York, podem variar entre 6 anos e meio e 29 anos de prisão.

Filmes e séries