PUBLICIDADE
Topo

Música


Pai de Taylor Swift luta com homem após invasão em mansão de R$ 17 milhões

Taylor Swift e o pai, Scott - Reprodução/Instagram
Taylor Swift e o pai, Scott Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

18/02/2020 14h41

Scott Swift lutou com um homem que burlou o sistema de segurança do condomínio em que mora na Flórida, EUA. A residência em questão está avaliada em R$ 17,3 milhões.

De acordo com o jornal Campa Bay Times, o pai de Taylor Swift enfrentou o criminoso, em janeiro deste ano, mas ele só foi preso agora.

As autoridades afirmaram que a cobertura, localizada no 13º andar, só pode ser acessada por meio de elevadores com cartão-chave. No entanto, Terrance Hoover, de 30 anos, teria passado pela entrada, mesmo com seguranças, e corrido até o andar em que o pai da artista mora com a esposa. Taylor Swift não mora no local.

O criminoso conseguiu fugir, em meio a briga com Scott, e ficou desaparecido por 15 dias. Ele foi preso por roubo.

Terrance já foi preso por violência doméstica por estrangulamento, roubo, agressão com arma letal, sequestro, lesão corporal e cárcere privado. Sua fiança, para responder ao caso em liberdade, é de R$ 217 mil.

Em entrevista ao Campa Bay Times, a mãe do criminoso disse que ele entrou no condomínio enquanto procurava pela esposa. Para ela, sua condenação deveria se basear apenas em "invasão de propriedade privada".

Scott Swift não sofreu ferimentos e passa bem.

Música