PUBLICIDADE
Topo

Ozzy diz que 'não está morrendo de Parkinson' e que diagnóstico é de 2003

Greg Doherty/Getty Images
Imagem: Greg Doherty/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/02/2020 11h24

A revelação de que Ozzy Osbourne tem mal de Parkinson pegou os fãs do roqueiro de surpresa mas, para o vocalista, a notícia é antiga. O inglês afirmou que o diagnóstico foi dado em 2003 e que "não está morrendo" por conta da doença.

"Eu não estou morrendo de Parkinson", disse Ozzy, ao Los Angeles Times. "Eu venho trabalhando com isso a minha vida toda."

O vocalista fez a revelação em janeiro, no programa Good Morning America, depois de um 2019 complicado, tomado por problemas de saúde que o forçaram a cancelar turnês.

"Eu trapaceei a morte muitas vezes. Se você ler amanhã: 'Ozzy Osbourne não levantou da cama', ninguém ficaria tipo: 'Oh, meu Deus!'. Iam dizer: 'Finalmente a morte o pegou'."

O vocalista, que hoje, 13 de fevereiro, comemora 50 anos do primeiro disco do Black Sabbath - álbum que leva o nome de sua ex-banda -, ainda comemorou suas voltas por cima.

"Tem sido uma carreira bastante incrível. As pessoas me botaram para baixo muitas vezes, mas eu sempre retorno". É assim que vem sendo seu retorno após os problemas de saúde.

Ozzy apareceu em uma faixa do novo disco de Post Malone, chamada "Take What You Want", e foi elogiado pelos três singles de seu novo álbum: "Ordinary Man", com Elton John, "Under the Graveyard" e "Straight To Hell".

O álbum "Ordinary Man" será lançado em 21 de fevereiro.

Rock