PUBLICIDADE
Topo

Com berrante e bandeira, Asa Branca é velado na Assembleia de SP

Do UOL, em São Paulo

05/02/2020 08h23Atualizada em 05/02/2020 15h29

Asa Branca foi velado hoje na Assembleia Legislativa de São Paulo. O caixão chegou por volta das cinco horas, e foi conduzido para dentro da Assembleia, onde várias coroas de flores em homenagem ao locutor de rodeios já estavam distribuídas pelo espaço. Nascido Waldemar Rui dos Santos, Asa Branca morreu na última terça-feira (4), vítima de câncer de mandíbula.

A família do locutor foi a primeira a chegar, com a viúva Sandra dos Santos na frente. Amparada por familiares, ela se aproximou do caixão e todos foram vistos chorando. Em cima do corpo de Asa Branca, a família colocou um de seus famosos chapéus.

Ao meio-dia, o caixão foi retirado da Assembleia de SP. Um dos amigos de Asa Branca tocou um berrante adornado com a bandeira do Brasil no momento. Asa Branca será levado para a cidade de Turiúba, no interior de São Paulo, onde será enterrado.

A vida e obra do locutor será contada em um filme, que tem previsão de lançamento para o fim de 2021. Asa Branca - A Voz da Arena deve ser protagonizado por Emilio Dantas, ator de novelas como "Verão 90". O longa narrará a história de amor e superação de um homem humilde que sonhava em ser boiadeiro mas, devido a um acidente, mudou de profissão e virou lenda e celebridade televisiva.

Asa Branca morre aos 57 anos

UOL Entretenimento

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informou a matéria, não existe uma Assembleia Legislativa em Turiúba. A informação foi corrigida.

Sertanejo