PUBLICIDADE
Topo

Baby Yoda para todos: as curiosidades sobre novos produtos de 'Star Wars'

Boneco do Baby Yoda - Reprodução/YouTube
Boneco do Baby Yoda Imagem: Reprodução/YouTube

Mariana Janjácomo

Colaboração para o UOL, de Nova York

03/02/2020 04h00

Baby Yoda de pelúcia, Baby Yoda em miniatura, Baby Yoda em tamanho real, Baby Yoda de Lego? Para quem tem vontade de levar para casa o bebê verde com orelhas pontudas e olhos enormes —uma combinação que, estranhamente, resulta em uma fofura extrema—, esse dia pode estar próximo.

Aproveitando o sucesso do personagem de "The Mandalorian" (que, na série, é conhecido como The Child), a Disney lançou uma coleção de produtos inspirados no bichinho, versão infantil do sábio personagem de "Star Wars". O lançamento foi durante a New York Toy Fair, feira do mercado de brinquedos em Nova York, em que a Disney apresentou também uma nova coleção inspirada na série "Star Wars: The Clone Wars". O UOL conferiu de perto as novidades e conversou com a equipe responsável pelo desenvolvimento dos produtos para saber as curiosidades dos bastidores.

A maior parte da coleção, que inclui ainda produtos de outros personagens, chega às lojas e aos parques dos Estados Unidos no mês que vem —mas já está em pré-venda pela internet. No Brasil, a previsão é que os itens cheguem ainda neste ano, mas a Disney ainda não divulgou exatamente quando.

Entre a enxurrada de produtos, há não só bonecos do Baby Yoda de todos os tipos e tamanhos, mas também roupas e acessórios como cadernos, colares, capinhas para celular —tudo para fazer com que os fãs queiram abrir as carteiras. Você confere abaixo alguns dos produtos mais incríveis e curiosidades da equipe responsável pelo desenvolvimento da coleção, que o UOL entrevistou em Nova York:

'The Child', o nome de 'batismo' de Baby Yoda

A internet batizou o Baby Yoda assim, mas, na verdade, na série, a criaturinha se chama The Child. O nome, vamos combinar, não pegou, mas está em todos os produtos oficiais da série. JoAnn McLaughlin, vice-presidente sênior de design de produtos da Disney, disse que os designers não podem contrariar os roteiristas e mudar o nome do personagem para os produtos.

"Este não é o Baby Yoda, é The Child. Se o nome mudar ao longo do caminho? Mas é claro, todo mundo chama de Baby Yoda, então acaba ficando The Child, aka ("também conhecido como", na sigla em inglês), Baby Yoda", explica JoAnn.

O Baby Yoda tem pés?

A resposta é 'sim', mas esta foi uma das primeiras questões que os designers de produto se fizeram. Durante todo o processo, a equipe se reuniu com os criadores, roteiristas e produtores da série para definir detalhes como esse e reproduzir com fidelidade a imagem e toda a fofura do bichinho, além de recriar na "vida real" alguns momentos importantes da série.

"Entender os olhos e as expressões faciais foi essencial para os produtos, e tivemos que tomar muito cuidado com as orelhas e o tamanho das bochechas, que podem mudar completamente a aparência dele", conta JoAnn McLaughlin.

O maior sucesso para um personagem de Star Wars

Já dá para dizer que o Baby Yoda representa o maior sucesso para um personagem do universo "Star Wars", pelo menos de acordo com Paul Southern, vice-presidente sênior para licenciamentos e franquias da Lucasfilm, responsável pela franquia.

"Eu nunca vi nenhum outro personagem de 'Star Wars' fazer tanto sucesso assim, nem mesmo os personagens do filme, como o Yoda ou o BB-8, que também foram hits", diz Southern. "Muito disso, é claro, aconteceu por causa da internet".

Nem conheço, mas já considero pacas

Também foram a internet e as redes sociais que fizeram do Baby Yoda um sucesso mesmo nos lugares em que o Disney+, serviço de streaming que exibe "The Mandalorian", ainda nem estreou. Caso do Brasil. Os criadores se disseram impressionados com a popularidade do bichinho por aqui, onde, oficialmente, ninguém ainda deveria conhecer o Baby Yoda, mas todo mundo já considera pacas.

De olho nos memes

A Disney sabe que o Baby Yoda é um fenômeno nas redes sociais, e usou isso ao seu favor também na hora de criar os produtos. É o que diz JoAnn McLaughlin, vice-presidente sênior de design de produtos da Disney:

Nós temos uma equipe de olho nas redes sociais, acompanhando tudo o que as pessoas estão dizendo, tudo o que as pessoas estão querendo, e com certeza levamos esses comentários muito em conta na hora de pensar em como serão os produtos

Sem Baby Yoda de Natal

Para manter a surpresa da série e não revelar a figura do Baby Yoda antes da estreia de "The Mandalorian", a Disney abriu mão de fabricar os produtos inspirados no personagem a tempo do Natal —o que é bastante ousado em termos financeiros.

JoAnn McLaughlin conta que apenas um dia depois do primeiro episódio de "The Mandalorian" ir ao ar, ela começou a receber ligações de empresas interessadas em criar produtos a partir da série. Apesar de terem perdido as vendas do Natal, JoAnn afirma que foi tudo uma questão estratégica, e que a Disney não tomou prejuízo, já que as pré-vendas dos produtos oficiais estão indo muito bem.

Produção em tempo recorde

A decisão estratégica de manter o personagem em segredo e só começar a trabalhar no desenvolvimento dos produtos depois da estreia da série também fez com que a Disney tivesse pouco tempo para isso.

Os criadores da coleção tiveram que produzir as peças em tempo recorde: JoAnn McLaughlin conta que a equipe precisou deixar outros projetos de lado e se dedicar exclusivamente aos produtos de "The Mandalorian", começando a trabalhar já em novembro, quando a série estreou nos Estados Unidos.

"The Mandalorian" deve estar disponível no Brasil ainda neste ano, quando o Disney+ chegar ao país. Nos Estados Unidos, a segunda temporada da série estreia em outubro.

Baby Yoda que faz sons e se mexe

Este é um brinquedo criado estrategicamente para derreter quem não aguenta quando um gatinho faz "miau" ou um bebê dá uma gargalhada. Além de mexer a cabeça, as orelhas e os olhões, esse boneco do Baby Yoda emite sons de risadas, grunhidos e até mesmo um ronquinho fofo.

O produto custa US$ 60 nas lojas dos Estados Unidos.

Razor Crest em LEGO

A nova nave da saga "Star Wars", a Razor Crest, ganhou uma versão em Lego com direito a miniaturas de alguns personagens (sem spoilers por aqui!) e, é claro, do Baby Yoda, que é ainda menor do que os outros bonecos. De acordo com a equipe que desenvolveu o produto, o tamanho foi pensado para refletir uma "escala real" de qual seria a altura do bichinho em relação aos outros personagens.

Funko do Baby Yoda

O Funko do Baby Yoda conseguiu desbancar outro bebê da posição de "Funko da Disney mais vendido durante uma pré-venda": a criaturinha de "Star Wars" já bateu recorde de vendas e tirou o boneco do Baby Groot, a arvorezinha fofa de "Guardiões da Galáxia" do primeiro lugar.

O produto custa cerca de US$ 10 nas lojas dos Estados Unidos.

Fantasias de Mandalorian e Baby Yoda

Esta é uma ideia para as duplas de pais e filhos que querem combinar a fantasia. Enquanto o adulto se veste como um Mandaloriano, com direito, é claro, ao capacete, a criança se veste de Baby Yoda, com as orelhas verdes e pontudas na cabeça. Já que não chegou a tempo do Carnaval, fica a dica para o Halloween, quem sabe.