PUBLICIDADE
Topo

Oscar


Petra diz que pediria desculpa a DiCaprio "em nome do povo brasileiro"

Petra Costa durante as gravações para o documentário "Democracia em Vertigem" - Alan Marques/ Folhapress
Petra Costa durante as gravações para o documentário "Democracia em Vertigem" Imagem: Alan Marques/ Folhapress

Do UOL, em São Paulo

13/01/2020 19h52

O trabalho de Petra Costa à frente do documentário "Democracia em Vertigem" foi indicado a "Melhor Documentário" no Oscar 2020, e ela já começa a receber perguntas sobre o que fará se for premiada na cerimônia em 9 de fevereiro, nos Estados Unidos. No Twitter, ela contou como reagiria se vencesse e recebesse a estatueta das mãos de Leonardo Di Caprio.

"Eu diria 'I'm Sorry' (desculpas) ao Leonardo DiCaprio em nome do povo brasileiro e agradeceria por tudo que ele tem feito pelo meio ambiente e pela Amazônia", escreveu a diretora no Twitter.

A menção ao ator tem relação com Jair Bolsonaro (sem partido). Em novembro de 2019, o presidente da república culpou as ONGs pelas queimadas na Amazônia e ainda criticou DiCaprio por doar dinheiro a estas instituições. "Leonardo DiCaprio, você está colaborando com as queimadas na Amazônia", disse o político, na ocasião, sem apresentar provas.

Depois de responder à pergunta inicial, Petra Costa se dirigiu diretamente a DiCaprio no Twitter. Em inglês, a cineasta escreveu: "Obrigada, Leonardo DiCaprio, por tudo o que você tem feito pela Amazônia. Eu adoraria se você pudesse ver 'Democracia em Vertigem' para entender melhor como as chamas foram acesas", publicou ela.

Com a indicação, Democracia em Vertigem entra para a lista de filmes brasileiros que já concorreram ao Oscar, que inclui filmes como Cidade de Deus e Central do Brasil.

Oscar