PUBLICIDADE
Topo

Morto aos 47, Ari Behn foi um dos que acusaram Kevin Spacey de assédio

2002 - Princesa Martha Louise e Ari Behn, da Noruega - Getty Images
2002 - Princesa Martha Louise e Ari Behn, da Noruega Imagem: Getty Images

Do UOL

Em São Paulo

26/12/2019 11h59

Um dos escritores e dramaturgos mais aclamados da Escandinávia, Ari Behn se suicidou aos 47 anos na noite de Natal. Autor de livros como Tris Som Faen ("Triste para Diabo", em tradução livre), que vendeu mais de 100 mil cópias, Behn foi casado com a princesa Martha Louise, da Noruega, entre 2002 e 2017. No ano de seu divórcio, ele voltou a chamar atenção da mídia ao engrossar a lista dos homens que acusaram o ator Kevin Spacey de assédio.

Na época, Behn acusou o então protagonista de House of Cards de apalpá-lo dez anos antes, durante uma festa do Prêmio Nobel da Paz, apresentada pelo astro hollywoodiano. "Tivemos uma ótima conversa, ele se sentou ao meu lado. Depois de cinco minutos, ele disse, 'vamos lá fora fumar'. Então ele colocou a mão sob a mesa e me pegou pelas bolas", disse Behn na época à BBC.

Segundo Behn, ele "dispensou" Spacey: "Ehr, talvez mais tarde", teria dito. Na época, foram feitas mais de 20 denúncias de assédio contra Spacey, que perdeu o papel na série, uma das mais bem sucedidas da Netflix até então, e acabou caindo no ostracismo. No dia de Natal, Spacey reapareceu publicando um vídeo "excêntrico".

A mensagem de pouco menos de 1 minuto parece mais uma vez direcionada a seus acusadores e seus problemas na Justiça. O recado final, porém, assusta. "A próxima vez que alguém fizer algo que você não gosta, você pode atacar. Mas você também pode se segurar e fazer o inesperado. Você pode ... matá-los com bondade".

Em setembro deste ano, outro acusador de Spacey, um massoterapeuta que não teve seu nome revelado, morreu de câncer. A denúncia acabou sendo arquivada.

CASAMENTO REAL

Além de seus livros e peças bem sucedidos, Behn, que nasceu na Dinamarca, chamou atenção por ter se casado com a princesa Martha Louise, da Noruega. Na época, ele chamou atenção por ter aparecido em uma festa com prostitutas que usavam cocaína,

Juntos, Martha Louise e Behn tiveram três filhas: Maud, de 16 anos, Leah, de 14, e Emma, de 11. Seu divórcio foi um acontecimento inédito para a realeza norueguesa.

A cerimônia de casamento foi tema de um de seus livros, Fra Hjerte Til Hjerte ("do coração para o coração", em tradução livre), lançado em 2002. Além deste, Behn lançou outros seis livros.

Livros e HQs