PUBLICIDADE
Topo

Pop


Conheça Eroda, a ilha mística criada por Harry Styles para divulgar disco

Imagem da ilha fictícia Eroda - Instagram/Reprodução
Imagem da ilha fictícia Eroda Imagem: Instagram/Reprodução

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

13/12/2019 19h40

Harry Styles aparece em uma ilha para divulgar seu novo trabalho, Fine Line, lançado hoje pelo cantor do One Direction. Ela tem nome, Eroda, e serve de cenário para o clipe de Adore You. Trata-se de um lugarejo místico onde os habitantes vivem da pesca e, se você o deixar em dias ímpares, a chance de morrer é de 100%.

Mas não se engane: tudo isso não passa de uma milionária campanha de marketing. Eroda, supostamente localizada entre a Inglaterra e a Irlanda, que intrigou fãs com os teasers publicados por Styles no Twitter, não existe. As imagens usadas na divulgação são de St. Abbs, uma pequena vila no sudeste da Escócia.

"É uma ilha ficcional. Nós conseguimos uma boa verba para a campanha de divulgação desse álbum, então nós criamos uma ilha. Ela é do videoclipe da música Adore You, e Eroda é um lugar adorável", disse Styles em entrevista no programa The Graham Norton Show.

No Land Quite Like It #VisitEroda

A post shared by Visit Eroda (@visiteroda) on

No site Visit Eroda, a Ilha, que possui contas nas redes sociais, é descrita como "um local de beleza natural inesquecível e inconfundível", que "possui falésias deslumbrantes que caem diretamente no mar. Na terra, colinas onduladas com grama formam a maior parte do território".

Ali, onde o sol nunca aparece, há quatro fictícios vilarejos e vários pubs. No clipe de Adore You, narrado pela cantora Rosalía, entendemos que, "em todos os mares do mundo, nunca houve uma terra como a ilha de Eroda".

Harry Styles interpreta (veja acima) um garoto que se sente solitário na ilha, habitada por pessoas sisudas e muito diferentes dele. Depois de adotar um peixe que acaba crescendo demais e jogá-lo de volta ao mar, o próprio Styles decide deixar a ilha, quando o sol enfim começa a raiar no local.

A ilha não chega a ser como a de Lost, mas tem lá suas peculiaridades na história: no local, dá azar mencionar um porco em um bar de pescadores e avistar um pastor de manhã é sinal de que você deve ir para casa imediatamente.

Também não é recomendável assobiar ao vento, sob o risco de a pessoa se transformar em uma rajada de vendaval.

Pop