Topo

Música


Solimões relembra alcoolismo: "Se bebesse mais quinze dias, eu morria"

Reprodução/RecordTV
Imagem: Reprodução/RecordTV

Do UOL, em São Paulo

17/11/2019 15h04

Solimões, da dupla com Rionegro, abriu o jogo sobre a época em que lutou contra o alcoolismo em entrevista ao Domingo Show exibido hoje.

"Hoje em dia, eu não tenho vontade de beber, fumar. Por que se fosse para ficar com vontade, eu ia morrer fazendo isso", começou.

Ao longo da conversa com o apresentador Geraldo Luís, o sertanejo revelou ter passado por altos e baixos na batalha contra o vício.

"Eu tive um desiquilíbrio. Se eu começasse a beber, não queria que amanhecesse pra poder continuar bebendo a noite. A festa acabava, eu ia caçar outro lugar. Tomava o que desse", relembra. "O que me desse felicidade eu tava tomando".

Foi quando um profissional pediu para que ele reavaliasse suas atitudes: "Eu parei de beber de 2000 até 2005 pra poder administrar minha vida. Em 2006, eu comecei a beber socialmente! Em 2007, fiquei doido. Já em 2008, não bebi o ano todo, mas no final do ano meu médico me disse que se eu bebesse mais quinze dias, eu morria", disse ele, que revelou estar recuperado hoje em dia, desde 2009.

Música