Topo

Como Nego Bam deixou Malandramente para trás e virou o senhor dos memes

Montagem de Nego Bam no anime Dragon Ball - Divulgação
Montagem de Nego Bam no anime Dragon Ball Imagem: Divulgação

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

17/11/2019 04h00

As mina aqui do baile/Se prepara pra sentar/Rebolando desse jeito/Vai me fazer delirar/Aaaah eu vou gozar/Vem que eu vou te tacar o peru.
Nego Bam

Se você caminha pelo planeta Terra e tem acesso a memes de internet possivelmente já escutou os versos acima em melodias de Michael Jackson, Bob Marley, Coldplay, Daft Punk, Xuxa ou adaptados aos temas de Titanic, Dragon Ball e Pica-Pau. Com sorte (ou azar, dependendo do seu gosto musical), você também pode tê-los ouvido na versão original, Ah Eu Vou Gozar, hit de 2013 do funkeiro Nego Bam —do sucesso Malandramente.

A música que apresentou o funkeiro ao Brasil em 2013 é hoje mais conhecida por sua infinidade de memes, produzidos por canais como Leod, Oitopilha e compartilhados principalmente na página South America Memes, que possui mais de 2,4 milhões de seguidores no Instagram.

A fórmula é tão simples quanto hilária: animações e montagens de "baixo orçamento" mostram Bam incorporando astros e entoando hits pop e da cultura geek com putarias e vozeirão semi-operístico. As paródias ganharam eco nos últimos anos, chegaram a milhões de brasileiros e estão mudando a forma como o funkeiro é conhecido pelo público. Ele, que não ganha um centavo pelas reproduções, afirma estar feliz com o que vê como homenagem, mesmo em forma de zoeira.

"É gratificante, um trabalho maneiro, que alegra a rapaziada. Ainda mais nesse momento de guerra que a gente está vivendo, todo mundo discutindo por política. Digo que não tem nenhum meme que eu não goste", diz ao UOL Nego Bam, que já ouviu as paródias sendo tocadas em bailes funks, em celulares nas ruas e até no dia em que resolveu ligar televisão em um hotel em Belo Horizonte, quando fazia um show na capital mineira. "Eu assustei. Falei "caraca"! Olha onde isso foi parar."

Divulgação gratuita

Prestes a lançar duas músicas até o início do ano que vem, Bam diz que está se tornando mais conhecido por causa dos memes. O mais famoso deles é o da música Dancing, do DJ Aaron Smith, que passa de 1,8 milhões de views só no YouTube. Mesmo sem repetir o estouro de Malandramente, a música que mudou a vida do funkeiro em 2016, ele não fica sem fazer shows e até estuda reproduzir algumas dessas versões ao vivo.

"Outro dia mesmo eu estava indo ao mercado aqui no centro de Guarapari (ES), onde eu moro hoje com minha mulher e meus filhos, e apareceu um rapaz. Ele me olhou de um jeito esquisito, meio assustado. E aí me reconheceu e disse: 'Cara, curto seus memes da South American Memes'. Cara, isso é muito legal. A galera me identifica hoje mais pelos memes."

Quem faz os memes

É difícil encontrar um artista pop que já não tenha sido "memetizado" no funk proibidão de Nego Bam. Os vídeos pipocam na internet semanalmente. O áudio original é geralmente editado no software FL Studio, e as imagens, no Adobe Premiere. Por infringirem as políticas de direitos autorais no YouTube, os memes não são monetizados. Mas seus criadores não ligam. Em primeiro lugar está sempre a zoeira.

"Esses memes já rolavam desde 2014, mas estavam esquecidos. Comecei a fazer em maio de 2018 só por esporte mesmo. Estava estudando produção musical postava no meu canal. E bombou. Muita gente começou a fazer. Até que chegou o dia que o administrador da South American Memes me chamou para fazer os memes 'oficiais'", conta o estudante Carlos Henrique Barbosa, 18, considerado o pai da "bâmania".

Conforme postou um internauta em um dos vídeos, hoje existe uma lei, a de número 045: "Toda música que fizer sucesso tem que ter uma versão com o Nego Nam". Veja abaixo os quatro melhores memes elegidos pelo próprio funkeiro.

1. Drake - Drake feat. Nego Bam (Hotline Vou Gozar)

2. Lil Nas X - Lil Bam X - Old Town Gozo

3. Dragon Ball - Nego Ball Z - Chala Vo Goza

4. Michael Jackson - Nego Bam Jackson - Billie Jean

Funk