Topo

Popload Festival


Popload Festival

Tove Lo esbanja no Popload Festival com funk, hits millennials e peitinho

Tove Lo mostra os seios no Popload Festival

UOL Entretenimento

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

15/11/2019 15h51

Dois anos e meio após causar no Lollapalooza, quando exibiu os seios para o público e câmeras, a sueca Tove Lo voltou ao Brasil para se apresentar hoje no Popload Festival, em São Paulo. E o que se viu no Memorial da América Latina foi um novo show do que ela sabe fazer de melhor: simpatia, energia e muita sensualidade — do jeito sueco de ser — em clima de balada.

"Eu até tento fazer o twerk, mas não sei se sou muito boa nisso", disse em entrevista ao UOL antes do festival. E teve peitinho de novo? Teve. É marca registrada.

Público colorido

Tove Lo levou a plateia mais diversa do Popload até o momento. Casais gays masculinos e femininos e também héteros, com muitos jovens na casa dos 20 e com indumentárias coloridas e estilosas — de diversas maneiras — abrilhantaram um festival que começou a encher no meio da tarde. O grito "Ei, Bolsonaro...", que marcou o Rock um Rio e outros eventos recentes, no entanto, apareceu apenas discretamente.

Jeitinho sexy

De top rosa esporte e calça preta de cintura alta, Tove estreou seu cabelo azul no Brasil com muitas dancinhas e a entrega habitual. E os fãs acompanharam junto na vibe. As reboladas e passinhos da cantora só não provocaram mais gritos que os refrãos de seus hits, e não importava muito a orientação sexual do(a) fã empolgado (a). Ela, que distribuiu camisetas ao público no meio do show, vence pelo charme.

Brazilian Funk

O esperado encontro aconteceu. Tove Lo chamou ao palco, como "seu artista brasileiro favorito", o funkeiro paulista MC Zaac, para cantar Are U Gonna Tell Her, repetindo a parceria de seu último trabalho de estúdio, Sunshine Kitty. O funk comeu solto com o brasileiro versando sobre pegação acompanhado do "twerk" escandinavo e meio sem jeito de Tove. Valeu o esforço.

Playback

Não é bem uma novidade. Enquanto manda seus hits millennials, que usam e abusam do intervalo melódico padrão do pop, a sueca lança mão do recurso, como é praxe na maioria dos shows dançantes. Não que ela também não solte o gogó em músicas como Sweettalk my Heart, Say it, Habits e Cool Girl, que usa voz processada, mas o uso dele é estratégico.

Amor pelo Brasil

Logo no inicio do set, Tove perguntou quem a assistiu no Lolla 2017 e fez questão de repetir suas juras de amor aos brasileiros. Um clichê, mas que funcionou. "É um lugar bonito, de gente bonita. Sempre menciono que vocês são a melhor plateia onde quer que eu vá. Falo de verdade. Vocês têm muita paixão, assim como eu tenho. É uma troca", afirmou, antes da ovação.

Popload Festival