Topo

Geek


Filha de Stan Lee processa ex-assessor que a acusa de agredir o pai

(19 de abril de 2012) J.C. Lee e o pai, o quadrinista Stan Lee  - Albert L. Ortega/Getty Images
(19 de abril de 2012) J.C. Lee e o pai, o quadrinista Stan Lee Imagem: Albert L. Ortega/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

15/11/2019 19h09

A filha de Stan Lee, Joan Celia "J.C." Lee está processando o ex-assistente do pai por afirmar publicamente que ela agredia o quadrinista fisicamente.

Segundo documentos obtidos pela revista People, J.C. acionou a Justiça no ano passado após ouvir o antigo assistente Bradley Herman, em entrevista ao podcast Stan Lee's World, afirmar que Lee era vítima de maus tratos.

O caso foi divulgado hoje, três dias após a morte do quadrinista completar um ano. Ela pede 25 milhões de dólares (cerca de R$ 104,5 milhões) de indenização.

No programa, que foi ao ar pouco após o falecimento de Lee, Herman disse que J.C. teria agredido o pai em mais de uma ocasião e que, em uma delas, "pegou o pai pelo pescoço, o apertou e bateu com sua cabeça no encosto de uma cadeira."

Já a filha alega que o antigo assessor roubava do pai e chegou a forjar assinaturas dele para conseguir empréstimos, motivos que teriam ocasionado em sua demissão, ainda em 2018.

Para J.C., de acordo com os depoimentos, Herman tenta se vingar dela por causa da demissão. Não foi a primeira vez que o assessor insinuou que Lee e sua esposa eram vítimas de maus-tratos. Em entrevista concedida ano passado, o quadrinista negou que sofresse agressões.

Segundo a People, a filha também está processando o jornalista Alan Duke, criador e apresentador do podcast.

Geek