Topo

Oscar


Diretora recebe Oscar honorário e brinca querer estatueta feminina: "Anna"

Isabella Rossellini traduz o discurso de Lina Wertmüller no Governors Awards - Getty Images
Isabella Rossellini traduz o discurso de Lina Wertmüller no Governors Awards Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

28/10/2019 10h44

A diretora Lina Wertmüller roubou a cena durante o Governors Awards, evento onde a Academia do Oscar entrega suas estatuetas honorárias. A italiana foi uma das quatro homenageadas, com os atores Geena Davis e Wes Studi, além do cineasta David Lynch.

Aos 91 anos de idade, Wertmüller foi reconhecida em parte por seu pioneirismo como mulher atrás das câmeras. Em 1977, ela se tornou a primeira mulher indicada ao Oscar de melhor direção, por Pasqualino Sete Belezas.

Wertmüller falou em italiano durante o seu discurso, contando com a ajuda da atriz Isabella Rossellini para traduzir. "Ela disse que gostaria de mudar o nome do Oscar para um nome feminino. Ela gostaria de chamá-lo de Anna", relatou.

Recebida com aplausos e risadas, Wertmüller ainda puxou um canto: "Mulheres na sala, comecem a dizer: 'Queremos Anna, um Oscar feminino!'".

Geena Davis, Lina Wertmüller, David Lynch e Wes Studi com os seus Oscar honorários - Getty Images
Geena Davis, Lina Wertmüller, David Lynch e Wes Studi com os seus Oscar honorários
Imagem: Getty Images

Geena, David e Wes

Enquanto a homenagem a Wertmüller foi a mais comentada da noite, Geena Davis recebeu o Jean Hersholt Humanitarian Award, concedido a astros e estrelas que se dedicam a causas humanitárias. No caso da estrela de Thelma & Louise, a causa em questão é a representatividade feminina nas telas.

A atriz comanda um intituto que levanta dados e promove melhorias na participação feminina no cinema e em outras mídias, o Geena Davis Institute on Gender in Media. Em seu discurso, ela pediu para os astros de Hollywood "fazerem jus" à sua fama de liberais radicais.

Lynch, que já foi indicado a quatro Oscar competitivos e nunca ganhou, fez um agradecimento rápido ao receber sua estatueta honorária. O cineasta agaradeceu a "todos que o ajudaram pelo caminho" em sua carreira.

Olhando para o prêmio, o diretor ainda declarou: "Você tem um rosto muito bonito".

Por fim, Wes Studi se tornou o primeiro nativoamericano a vencer um Oscar, seja honorário ou competitivo. "Estava na hora", notou o ator no discurso. "Esta carreira tem sido selvagem e maravilhosa para mim, e estou orgulhoso por estar aqui".

Oscar